iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/07 - 15:59

Rivaldo elogia Hernanes e apóia Barça no veto a Ronaldinho

"O Barça tem razão nessa polêmica sobre os Jugos Olímpicos. Ele está sem jogar desde março", disse o meia

Gazeta Esportiva

ATENAS (Grécia) - O Barcelona ganhou o apoio de um ex-ídolo em sua luta para evitar que Ronaldinho Gaúcho jogue as Olimpíadas. Atualmente no AEK Athens, Rivaldo, que brilhou com a camisa azul-grená entre 1996 e 2002, acredita que o fato de pagar seus salários dá ao clube o direito de vetar seu jogador.

“O Barça tem razão nessa polêmica sobre os Jugos Olímpicos. Ele está sem jogar desde março e quer se colocar em forma para jogar com o Brasil, mas deve fazer isso no Barça, que é quem o paga. A obrigação dele é estar às ordens do treinador e se recuperar no Barcelona”, comentou o pentacampeão ao jornal catalão Sport.

E o jogador eleito o melhor do mundo em 1999 aproveitou a entrevista também para elogiar o são-paulino Hernanes, por quem o Barcelona já ofereceu 11 milhões de euros (cerca de R$ 28 milhões) – recusados pela equipe do Morumbi.

“Não vi muitas partidas dele, mas falam maravilhas dele no Brasil. Sabe usar as duas pernas, chuta muito forte e tem técnica e garra. É um jogador muito completo”, enalteceu ao falar do volante que estará com a seleção brasileira em Pequim.

Em meio aos comentários sobre a vida do Barcelona, Rivaldo está otimista em relação ao trabalho do seu ex-companheiro Guardiola como técnico do time. “O Guardiola tem uma grande personalidade, não tenho dúvidas de que vai unir os jogadores. Vai impor disciplina, estará atento a tudo e a todos. Não deixará escapar nenhum detalhe”, previu.

Deixando o antigo time à parte, o ex-palmeirense se diz feliz atuando no futebol grego. “Sou um apaixonado por futebol e seguirei desfrutando dele até quando der. Não estou na Grécia por dinheiro, poderia estar em um clube dos Estados Unidos ou do Catar. Mas quero me manter em um futebol de nível. Não é do nível de Itália, Inglaterra ou Espanha, mas tem um bom nível”, concluiu o meia-atacante, hoje com 36 anos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo