iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/07 - 17:28

Depois de bater rival, Tricolor comemora 2ª feira “saborosa”

"Antes do jogo eu não podia falar nada, mas agora não tenho motivos para mentir", admitiu Richarlyson

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Nada melhor do que vencer um tradicional rival para mandar longe qualquer ameaça de má fase. Criticado por ter passado três jogos sem vencer (empates com Cruzeiro e Ipatinga e derrota para o Náutico), o São Paulo viveu um clima diferente depois da vitória de domingo por 2 a 1 sobre o Palmeiras.

“Antes do jogo eu não podia falar nada, mas agora não tenho motivos para mentir: esse jogo foi um divisor de águas. Se a gente perdesse ontem (domingo), adeus Campeonato Brasileiro. O Flamengo abriria 12 pontos e aí, meu amigo...só no ano que vem”, admitiu o polivalente Richarlyson. “Foi bom vencer o clássico e o dia de hoje (segunda) ficou mais saboroso”, emendou.

O atacante Éder Luis, autor do segundo gol da vitória sobre o rival, engrossou o coro puxado por Richarlyson. “Sempre que o São Paulo joga é para vencer, mas sabemos que clássico é um jogo especial. Se o São Paulo não ganhasse, distanciaria muito da ponta e ficaria mais difícil”.

A dupla também mostrou sintonia quando questionada sobre a importância da conquista dos três pontos para a seqüência tricolor na competição. “Estamos em um momento bom e vamos conseguir grandes vitórias de agora em diante”, apostou Éder Luis, acompanhado por Richarlyson.

“Essa vitória reacendeu a nossa chama”, sintetizou, ressaltando, em seguida, que o triunfo contra o Palmeiras tem que ser apenas o primeiro de uma série vitoriosa na busca pela liderança.

“Temos que saber que andamos, mas os concorrentes diretos também. Temos que saber que foi bom, mas não o suficiente. Temos que continuar pontuando, continuar ganhando para alcançar o pessoal que está na parte de cima da tabela”, finalizou o camisa 20.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo