iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/07 - 17:23

Adílson Batista: "Nosso time é superior ao do Atlético-MG"

Este ano, foram quatro partidas entre os rivais, com três vitórias celestes e apenas um empate

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - A vitória de 2 a 1 no clássico do último domingo deixou o torcedor do Cruzeiro com a sensação de superioridade sobre o Atlético-MG. Afinal, o time chegou a sete clássicos seguidos sem derrota, com seis vitórias e apenas um empate.

Este ano, foram quatro partidas entre os rivais, com três vitórias celestes e um empate.

No comando do time desde o início do ano, Adilson Batista é taxativo ao explicar a boa seqüência contra o mais tradicional adversário. “Nosso time hoje é superior ao do Atlético-MG, vocês puderam acompanhar aí. Este ano não perdemos nenhuma, estamos invictos. Ganhamos três vezes deles”, ressalta.

O último triunfo atleticano, no entanto, foi acachapante. A vitória por 4 a 0 na primeira partida do estadual de 2007 causou, inclusive, a saída do técnico Paulo Autuori. De lá para cá, porém, o Cruzeiro conseguiu arrumar a casa e, até por isto, chega a esta marca expressiva.

Esta é a sexta vez na história que o Cruzeiro soma sete clássicos sem derrota. As maiores seqüências já conquistadas foram de dez partidas, feito que ocorreu duas vezes. A primeira foi entre 1966 e 1968, durante a conquista do pentacampeonato mineiro do time de Tostão e Dirceu Lopes. A outra é mais recente, entre 2000 e 2002, época em que veio o bicampeonato da extinta Copa Sul-Minas.

Contudo, a maior invencibilidade do clássico em todos os tempos é alvinegra. Entre 1985 e 1987, o Atlético somou 13 partidas consecutivas sem perder para o arqui-rival. Por outras três vezes, o tabu em favor do Galo durou por dez jogos, contando-se aí uma seqüência obtida nos anos de 1937 e 1938, quando o Cruzeiro ainda era Palestra.


Leia mais sobre: Cruzeiro Atlético-MG Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Superioridade
No último duelo, o Cruzeiro derrotou o Atlético de virada e nos acréscimos

Topo