iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/07 - 18:01, atualizada às 12:54 19/10

Tricolor vence e deixa série negativa com rival Palmeiras

Com a vitória, o São Paulo acabou com a série de três jogos sem ganhar no Campeonato Brasileiro e sobe para 7º

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo viveu um intenso clima de desconfiança após o empate em casa contra o Ipatinga e a derrota para o Náutico, mas deu a resposta. Neste domingo, o Tricolor apresentou um bom futebol principalmente no primeiro tempo e bateu o Palmeiras, seu principal rival em 2008, por 2 a 1, no Morumbi.

Com o resultado, o atual bicampeão nacional encerra um jejum de três partidas sem um resultado negativo e ainda deixa o Palmeiras sem sentir o gosto de uma vitória pela terceira rodada seguida do Campeonato Brasileiro.

Na classificação, os dois paulistas continuam abaixo do esperado. O Palmeiras está com 18 pontos contra 17 do Tricolor. Ambos ficam fora por mais uma rodada do G-4 do Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, o Palmeiras volta a jogar no Parque Antártica diante do Fluminense, atual vice-campeão da Libertadores da América. Já o São Paulo viaja até a cidade de Salvador para enfrentar o Vitória, a grande surpresa do Campeonato Brasileiro.

O jogo
Pressionado por um desempenho melhor no Brasileirão, o São Paulo apresentou uma postura extremamente ofensiva nos instantes iniciais do clássico. Com quatro minutos, o Tricolor chegou duas vezes com Borges. Na primeira, o arremate passou próximo ao poste alviverde. Na seqüência, o goleiro Marcos evitou o gol do artilheiro tricolor.

A pressão são-paulina continuou. Aos cinco minutos, Zé Luis desceu pela direita e cruzou. Gladstone tentou tirar e cabeceou rente ao travessão de Marcos. Dois minutos depois, não teve jeito: o São Paulo saiu na frente. Jorge Wagner invadiu a área pela direita e cruzou rasteiro para André Dias completar na pequena área como um digno centroavante.

Sem Gustavo e David, contundidos, a zaga palmeirense demonstrava claro desentrosamento. Aos 21 minutos, Gladstone tentou driblar perto da área alviverde e perdeu para Joilson. Na seqüência da jogada, Hugo recebeu dentro da área e chutou por cima, perdendo oportunidade claríssima.

Surpresa de Muricy Ramalho na escalação, Dagoberto tinha a instrução clara de atuar nas costas dos laterais adversários. Com espaço principalmente na ponta direita, ele finalizou duas vezes com perigo de forma consecutiva, assustando Marcos.

A partir dos 30 minutos, o Palmeiras acordou e conseguiu incomodar um pouco mais. Até o intervalo, os visitantes criaram duas chances, com Alex Mineiro e Martinez, mas o sentimento de preocupação era claro na descida para o vestiário ao final do primeiro tempo: “A gente não jogou bem o começo da partida e tomamos sufoco. Poderia estar uma contagem maior (a favor do São Paulo)”, disse Marcos.

Vipcomm/Divulgação

No início do segundo tempo, o clássico continuou agradável e mais equilibrado. O Palmeiras criou a primeira chance no contra-ataque, mas o arremate de Kléber raspou o poste direito de Rogério Ceni. A resposta foi rápida. Após bela troca de passes entre Jorge Wagner, Hugo e Hernanes, Dagoberto mandou uma bomba por cima.

Mesmo com a pausa do intervalo, a zaga alviverde permanecia desajustada. Aos 12 minutos, Hugo recebeu de Dagoberto, chegou a driblar Marcos, só que perdeu a passada e não conseguiu finalizar, para desespero dos são-paulinos.

Com 23 minutos, Luxemburgo deixou sua equipe mais ofensiva: o meia-ofensivo Evandro entrou no lugar do lateral-direito Fabinho Capixaba. Logo em seguida, Denílson substituiu Diego Souza.

No final, o Verdão foi para o risco total, com o rápido Lenny no lugar de Léo Lima. O São Paulo aproveitou os espaços e definiu a fatura. Aos 38 minutos, Jorge Wagner invadiu a área pela direita e rolou para o arremate de Éder Luís, que tinha acabado de entrar no lugar de Dagoberto. A bola bateu na zaga e enganou Marcos. Nos acréscimos, nem mesmo o gol de Jeci, de cabeça, evitou a derrota alviverde, que fica mais longe dos primeiros colocados.

Assista aos melhores momentos da partida

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 1 PALMEIRAS
(Veja como foi a partida lance a lance)

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 13 de julho de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Renda: R$ 583.397,00
Público: 22.235 pagantes (76 não pagantes)
Assistentes: Émerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP)
Cartões amarelos: Dagoberto (SP), Kléber (Pal), Gladstone (Pal), Alex Mineiro (Pal) e Aloísio (SP)
Gols:
SÃO PAULO: André Dias, aos sete minutos do primeiro tempo; Éder Luís, aos 38 minutos do segundo tempo.
PALMEIRAS: Jeci, aos 48 minutos do segundo tempo.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Alex Silva, André Dias e Zé Luís; Joílson (Éder), Richarlyson, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Dagoberto (Éder Luís) e Borges (Aloísio)
Técnico: Muricy Ramalho.

PALMEIRAS: Marcos; Fabinho Capixaba (Evandro), Jeci, Gladstone e Leandro; Martinez, Léo Lima (Lenny), Diego Souza (Denílson) e Valdívia; Kléber e Alex Mineiro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Outros jogos:

Charge iG Esporte:

Milton Trajano
CHARGE DO CLÁSSICO: Muricy Ramalho leva a melhor contra Vanderlei Luxemburgo
 


Leia mais sobre: São Paulo Palmeiras Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo