iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/07 - 20:14, atualizada às 11:44 14/07

Cuca ameaçou pedir demissão no intervalo do jogo
Com o empate por 2 a 2, depois de estar perdendo por 2 a 0, a atitude do treinador mudou

Agência Estado

SANTOS - No intervalo do jogo deste domingo, o técnico Cuca ameaçou entregar o cargo se o Santos não reagisse no segundo tempo contra o Botafogo. A ameaça parece ter surtido efeito.

Com o empate por 2 a 2, depois de estar perdendo por 2 a 0, a atitude do treinador mudou.

"Quando as coisas não vão bem, não passam coisas boas pela cabeça. Esses dois próximos jogos - Figueirense, quarta-feira em Florianópolis, e Sport, domingo, na Vila Belmiro - vão definir muitas coisas. Não só para a comissão técnica, mas também o futuro de alguns jogadores", disse.

O técnico contou que, no intervalo, teve uma conversa de homem para homem com os jogadores, sem se exaltar, mas dizendo coisas duras. "Mas não acredito que foi isso que determinou a reação do time. E também não temos o que comemorar porque o empate foi derrota para o Santos", disse o treinador. "Falei até em mudança de treinador. Se eles vão querer mudança de técnico a toda hora."

E exigiu que os jogadores tivessem "vergonha na cara". O treinador voltou a criticar as falhas da defesa. "O Botafogo teve uma falta a favor e fez o primeiro gol. Chegou outra vez e saiu outro gol", lamentou.

Para Cuca, o desequilíbrio que o time vem apresentado se deve ao fato de sofrer sempre o primeiro gol, até mesmo quando está melhor em campo, e depois tem que correr pensando em fazer dois, em vez de um, para vencer. "É preciso mudar a postura do primeiro ao último minuto. Se isso não acontecer, terá que haver mudança em todos os sentidos. Mas não basta apenas a troca do técnico."

Cuca continua sem vencer no comando do time santista. Agora são três derrotas - contra Vitória, Goiás e Atlético-PR - e quatro empates - Fluminense, Portuguesa, Grêmio e Botafogo. Embora tenha saído vaiado de campo no final do primeiro tempo, não se queixa da torcida. E justifica as alterações que fez no time no jogo deste domingo.

"Escalei Domingos no lugar de Marcelo porque sabia que o Botafogo iria usar dois atacantes - e eu precisava de um zagueiro mais rápido. Roberto Brum substituiu Rodrigo Souto, mas marcou mais na frente, por isso jogamos com dois alas. E a entrada do Lima foi uma opção técnica, troca de centroavante por centroavante. Mudei o mínimo."


Leia mais sobre: Cuca Santos Botafogo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

"Vergonha na cara"
Cuca conversou duramente com os jogadores do Santos quando o time perdia por 2 a 0

Topo