iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/07 - 14:39

Carlos Queiroz é o novo técnico da seleção portuguesa
Queiroz ganhou notoriedade quando conquistou, com a seleção portuguesa, os títulos do Mundial Sub-20, em 1989 e 1991

Trivela.com

LISBOA (Portugal) - Treinador-assistente do Manchester United assume comando dos Tugas no lugar de Luiz Felipe Scolari. Ele será apresentado na quarta-feira e assinará contrato por quatro anos.

A federação portuguesa (FPF) confirmou nesta sexta-feira a escolha de Carlos Queiroz como o novo treinador da seleção. O atual assistente do Manchester United assume o comando dos Tugas no lugar de Luiz Felipe Scolari, que deixou a equipe após a Eurocopa e acertou com o Chelsea.

“Ele é, indiscutivelmente, uma referência de topo entre os técnicos portugueses e foi a minha primeira opção para ocupar o cargo de selecionador. Apesar de nunca ter trabalhado com ele, uma vez que ele já não estava na FPF quando eu cheguei, tenho acompanhado a sua carreira com muito interesse e creio que as experiências que adquiriu por todos os locais onde trabalhou serão importantes para que alcance os êxitos que todos pretendemos”, afirmou Gilberto Madaíl, presidente da federação.

Queiroz, de 55 anos, será apresentado oficialmente na quarta-feira. Ele deve assinar um contrato por quatro temporadas. Além da seleção principal, ele também deve cuidar das equipes de base. “Estou muito orgulhoso e honrado por poder voltar a servir o meu país. É um desafio muito especial e um cargo que qualquer profissional ambiciona. Desde que recebi o primeiro contacto e o presidente me apresentou o projeto, mostrei-me receptivo a abraçar este grande desafio”, afirmou.

O treinador conquistou duas vezes o título do Mundial de Juniores, em 1989 e 1991, por Portugal. Ele foi promovido à seleção principal, mas não conseguiu classificar os Tugas pra a Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos. Em seguida, comandou Sporting, New York MetroStars, Nagoya Grampus Eight, Real Madrid e as seleções dos Emirados Árabes e África do Sul. No Manchester United, ele está como técnico assistente desde 2004 (também exerceu essa função em 2002/03, antes de ir para os Merengues)..

“Embora a federação e eu próprio tenhamos evoluído bastante nestes últimos anos, ainda conheço suficientemente bem os cantos da casa para poder integrar-me rapidamente e implementar a minha estratégia. Creio que temos condições para continuar a projetar uma excelente imagem do nosso país pelos bons desempenhos das seleções nacionais e, em particular, da equipe princpial, cujo primeiro grande objetivo é a qualificação para o Mundial da África do Sul. Não podia também deixar de agradecer ao Manchester United pelo acordo estabelecido para que o meu regresso a Portugal se pudesse concretizar”, completou Queiroz.


Leia mais sobre: Carlos Queiroz Felipão Portugal

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AFP

Voltando ao cargo
Carlos Queiroz, esquerda, é o substituto de Felipão na Seleção Portuguesa

Topo