iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/07 - 22:39

Vasco dá o troco e goleia o Sport por 4 a 0

Time esquece o 'trauma' de eliminação para o rival na Copa do Brasil com bela goleada em casa

Gazeta Esportiva

  • Assista aos gols no player ao lado>
  • Veja classificação e tabela de jogos do Brasileirão
  • Verdão derrapa no Figueirense e empata no Palestra Itália
  • Cruzeiro evita a derrota para o Ipatinga nos minutos finais
  • Morais não enfrenta o Flamengo no domingo

    RIO DE JANEIRO - Na última vez que as duas equipes se encontraram, o Sport eliminou o Vasco nas semifinais da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, o time carioca deu o troco e goleou o campeão pernambucano por 4 a 0, em São Januário, em partida válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

    Com o resultado, o Vasco subiu para o sétimo lugar, com 14 pontos, enquanto o rubro-negro pernambucano segue em situação complicada na competição, ocupando o 16ª lugar com apenas 11 pontos ganhos. O presidente Roberto Dinamite, que conseguiu sua primeira vitória depois que assumiu o comando do clube, assistiu o jogo nas cadeiras especiais e foi muito festejado pela torcida.

    O time de Antonio Lopes foi mais objetivo do que o adversário, principalmente no segundo tempo, e conseguiu aproveitar as chances que apareceram para definir a partida. Já o Sport teve mais volume de jogo, mas errou muito nas finalizações, principalmente no primeiro tempo, e acabou castigado pela incompetência dos seus atacantes. O time pernambucano continua com o incômodo tabu de não vencer fora de casa desde o Campeonato Brasileiro do ano passado.

    Na próxima rodada, o Vasco enfrentará o Flamengo no Maracanã, enquanto o Sport vai disputar o clássico pernambucano contra o Náutico.

    O jogo
    O Sport começou a partida bem mais organizado do que o Vasco. Logo aos três minutos, Fumagalli invadiu a área pela esquerda, mas chutou para fora. O time da casa se assustou e quase toma o gol aos cinco minutos, quando Carlinhos Bala cobrou escanteio e Igor ganhou da zaga para cabecear com força, mas o goleiro Tiago fez excelente defesa. No minuto seguinte, outro ataque perigoso do Leão da Ilha do Retiro e Luciano Henrique obrigou o goleiro vascaíno a praticar outra grande defesa.

    Os três lances de perigo na sua área não serviram para despertar o time do Vasco, mas irritaram a sua torcida, que passou a demonstrar sua impaciência com vaias. Aos 16 minutos, Fumagalli arriscou do lado direito e Tiago fez outra defesa difícil. O Vasco só criou sua primeira jogada de perigo aos 18 minutos quando Edmundo foi lançado pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro, mas Jean chegou atrasado e perdeu a chance de colocar a bola nas redes. Logo depois, aos 24 minutos, Edmundo lançou Pablo, mas o goleiro Magrão saiu com precisão evitou a conclusão do jogador vascaíno.

    O time visitante diminuiu seu ritmo, mas nem isso fez o Vasco melhorar sua produção, principalmente no meio campo, onde a equipe de Antonio Lopes permitia que os pernambucanos manobrassem à vontade. Mesmo sem jogar bem, o Vasco marcou o primeiro gol aos 35 minutos. Edmundo tentou lançar Leandro Amaral, a zaga do Sport cortou com defeito, e Morais acertou um belo chute de fora da área, sem qualquer chance de defesa para o goleiro Magrão. Depois do gol, o time carioca se arrumou melhor em campo e não permitiu que o Sport tivesse novas chances de gol.

    Antes de começar o segundo tempo, o árbitro sergipano Antonio Hora Filho expulsou o técnico Antonio Lopes,do Vasco, e o preparador físico Eduardo Baptista, do Sport, que discutiram de forma agressiva ao final da etapa inicial. E o Sport começou a etapa complementar da mesma forma que tinha iniciado o primeiro tempo, pressionando a defesa da equipe carioca. Mas aos nove minutos, em contra ataque rápido, Pablo fez ótima jogada individual, driblando três zagueiros e deslocando o goleiro Magrão com um toque preciso.

    O Sport partiu para cima com tudo na tentativa de diminuir a vantagem da equipe carioca e, aos 17 minutos, Luciano Henrique acertou a trave de Tiago. Só que aos 22 minutos, o Vasco chegou ao terceiro gol em ótima jogada de Wagner Diniz que driblou Dutra e cruzou para Jean marcar o terceiro gol.

    Aos 25, o Vasco chegou ao quarto gol, depois de uma tabela perfeita entre Edmundo e Leandro Amaral que terminou com um toque do Animal sem chances para Magrão. Logo depois, Edmundo foi substituído para ser poupado para o clássico de domingo contra o Flamengo. No Sport, Nelsinho tirou o atacante Fumagalli para colocar o volante Júnior Maranhão com a clara intenção de evitar sofrer mais gols. E alcançou seu objetivo muito mais pelo desinteresse do Vasco que apenas administrou o resultado, enquanto a torcida fazia festa ao lado do presidente Dinamite.

    Assista também aos melhores momentos da goleada

    FICHA TÉCNICA (veja como foi o jogo lance a lance)
    VASCO 4 x 0 SPORT

    Local
    : Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
    Data: 10 de julho de 2008, quinta-feira
    Horário: 20h30 (de Brasília)
    Árbitro: Antônio Hora Filho (SE)
    Assistentes: Cleriston Barreto Rios (SE) e Ivaney de Lima (SE)
    Cartão Amarelo: Morais (Vasco); Fábio Gomes, Sandro Goiano e Luciano Henrique(Sport)

    Gols: VASCO: Morais aos 35 minutos do primeiro tempo; Pablo aos nove, Jean aos 22, e Edmundo aos 25 minutos do segundo tempo.

    VASCO: Tiago; Eduardo Luiz, Victor (Vilson) e Rodrigo Antônio (Vinicius); Wagner Diniz, Jonilson, Pablo, Morais e Jean; Leandro Amaral e Edmundo (Beto).
    Técnico: Antônio Lopes

    SPORT: Magrão; Diogo(Everton), Igor, Durval e Dutra; Daniel, Sandro Goiano (Enilton), Fábio Gomes e Fumagalli (Júnior Maranhão); Luciano Henrique e Carlinhos Bala.
    Técnico: Nelsinho Baptista


  • Leia mais sobre: Vasco Sport Campeonato Brasileiro

    > Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


    Topo