iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/07 - 00:02

Santos empata com Grêmio e completa oito jogos sem vencer

Com mais um empate, o time santista acumulou seu oitavo jogo sem conseguir uma vitória no Brasileirão

Gazeta Esportiva


SANTOS - Nem mesmo o apoio dos mais de dez mil torcedores foi suficiente para o Santos voltar a vencer no Campeonato Brasileiro.

O Peixe empatou com o Grêmio por 1 a 1, nesta quarta-feira, em plena Vila Belmiro, e acumulou oito jogos sem vitória. Já o Grêmio, mesmo com o empate fora de casa, pode sair do G-4.

Rodrigo Mendes de cabeça, após cobrança de escanteio, marcou o primeiro. Já Michael estreou com o pé direito e empatou para o Peixe, depois de um chute de fora da área.

Com o resultado, o Santos segue na zona do rebaixamento, ficando na 18ª colocação do Brasileirão, agora com sete pontos ganhos. O Grêmio, por sua vez, é o terceiro, com 18 pontos, mas pode cair para a 6ª posição em caso de vitórias de Cruzeiro e Palmeiras, que jogam nesta quinta-feira, pelo complemento da rodada. O Peixe volta a campo no próximo domingo, contra o Botafogo, novamente na Vila Belmiro. No mesmo dia, o Grêmio recebe a Portuguesa no Olímpico.

O jogo – Em momentos opostos na competição, santistas e gaúchos entraram em campo com objetivos diferentes. O Santos, em má fase e pressionado por não vencer a sete jogos, precisava dos três pontos para melhorar sua condição incômoda na tabela. Já o Grêmio lutava para não sair do G-4 e tinha como meta chegar à vice-liderança.

Com esquema tático novo, o 3-4-3, o técnico Cuca promoveu a estréia do meia Michael, que foi escalado para jogar aberto pela ala esquerda. Com isso, Kleber recebeu a responsabilidade de armar as jogadas da equipe. Rodrigo Souto foi escalado de líbero à frente de Marcelo e Fabão. No ataque, Cuca mandou a campo Tiago Luis, Maykon e Kléber Pereira que, aliás, começou a partida sem marcar um gol há 51 dias.

Já o técnico Celso Roth, que abandonou o esquema 3-6-1 para atuar no 3-5-2, contou com a volta do zagueiro e capitão Léo que cumpriu suspensão, mas teve o desfalque do outro zagueiro, Pereira, que foi substituído por Diego. Na frente, Marcel fez companhia ao colombiano Perea.

A diretoria do Peixe realizou promoção de ingressos para lotar a Vila Belmiro. E o torcedor santista, que não gritava um gol há 27 dias, fez a sua parte e invadiu o estádio para ajudar o time voltar a vencer.

O jogo começou movimentado, mas sem objetividade das equipes. Tanto que com quinze minutos de bola rolando os goleiros Fábio costa e Victor, não haviam realizado nenhuma defesa difícil.

Aos 11 minutos, o colombiano Perea recebeu em posição legal, ficou frente a frente com Fábio Costa, mas o assistente errou e anotou impedimento.

O primeiro perigo real de gol aconteceu aos 15 minutos apenas. Kleber tocou para Michael, que passou boa bola para Maykon Leite sair na cara do gol. Mas o jovem atacante perdeu ao chutar torto, à direita da meta gremista.

Os santistas demonstravam muita ansiedade para marcar e corriam mais que a bola. Já os gaúchos, com tranqüilidade para se defender e segurar o empate parcial.

No lance seguinte, um replay. O Santos levou perigo, e novamente com Maykon Leite que recebeu de Tiago Luís no lado esquerdo da área. No chute cruzado do atacante a bola tirou tinta da trave.

Apesar de o bom momento na partida ser do Santos, quem marcou foi o Grêmio. Aos 25, no escanteio que veio da esquerda no primeiro pau, Rodrigo Mendes subiu e cabeceou firme para o fundo da rede.

Aos três, a resposta do Santos chegou perto de um gol. Em cobrança de falta na meia lua pela meia-direita, Kleber carimbou o travessão de Victor. O Tricolor respondeu e por pouco não ampliou. Rodrigo Mendes, aos 32 minutos, livre na área, tocou na saída de Fábio Costa, que tirou, vendo depois a zaga santista afastar o perigo.

Dez minutos se passaram e quando parecia que mais nada iria acontecer na primeira etapa, veio à surpresa. O goleiro Victor mostrou serviço ao tirar com os pés em cima da risca a cabeçada de Fabão. E tinha mais, Apodi arriscou da intermediária uma bomba que explodiu no poste do Grêmio.

Depois de estar perto do gol por duas vezes, finalmente o Santos chegou lá. Aos 46, o estreante Michael recebeu pela esquerda e na perna boa, deu um chute certeiro no canto esquerdo e empatou o jogo no último lance do primeiro tempo. É o fim do jejum de gols do Peixe, que já durava 316 minutos (três rodadas).

Para a etapa complementar o técnico cuca, insatisfeito com o atacante Kléber Pereira – sem fazer um gol há sete rodadas – sacou o jogador que foi substituído por Lima. O grêmio, por sua vez, retornou com a mesma equipe do primeiro tempo.

Após o empate e do intervalo, o Santos voltou com novo ânimo. Maykon Leite que fez um excelente primeiro tempo começou dando trabalho para a retaguarda gremista. Logo no início da segunda etapa, o atacante driblou dois zagueiros e de fora da área, soltou a bomba, no rebote da zaga, a bola sobrou para Tiago Luís em posição de impedimento.

Precisando da vitória, o que não acontece há sete jogos, Cuca mandou Molina para o aquecimento, e aos 15 minutos, o colombiano entrou no lugar de Tiago Luís.

Mas foi o Grêmio quem atacou com perigo e por duas vezes. Primeiro com Marcel que recebeu presente da zaga santista, porém, chutou sem direção, depois novamente com Marcel, o atacante caiu na área e pediu pênalti, a jogada continuou e a bola sobrou limpa para Perea carimbar a trave esquerda.. Logo depois, Roth perdeu Réves por contusão e colocou Jean para o lugar.

Aos 26, Victor salvou o Grêmio de sofrer a virada. Em falta pela meia-esquerda, Adriano cobrou e colocou no canto esquerdo, em meia altura, mas o goleiro Tricolor fez defesa espetacular.

Após grande jogada individual de Molina o Santos teve a oportunidade de marcar, mas o chute de biquinho passou raspando o poste direito. Cuca então, chamou Wesley para a partida, Apodi deixou o campo.

Só dava o Peixe no jogo e para esfriar a partida, o técnico Celso Roth, que já havia sacado Rodrigo Mendes aos 17 minutos, para a entrada de André, também tirou o colombiano Perea, aos 34, que foi substituído por Rudnei.

Nada mais aconteceu, o Grêmio ficou satisfeito com o empate e o Santos completou 47 dias sem vencer

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 1 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 9 de julho de 2008, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Marco Aurélio dos Santos Pessanha (RJ)
Cartões amarelos: Tiago Luís, Rodrigo Souto (Santos); Marcel, Perea, Willian Magrão (Grêmio).
Público: 10.138
Renda: R$ 66.730,00

Gols: SANTOS: Michael, aos 46 do primeiro tempo.
GRÊMIO: Rodrigo Mendes, aos 25 minutos do primeiro tempo.

SANTOS: Fábio Costa; Marcelo e Fabão e Rodrigo Souto; Apodi (Wesley), Adriano, Kleber e Michael; Tiago Luis (Molina), Maykon Leite e Kléber Pereira (Lima).
Técnico: Cuca

GRÊMIO: Victor; Léo, Diego e Réver (Jean); Paulo Sérgio, Willian Magrão, Rafael Carioca, Rodrigo Mendes (André) e Hélder; Marcel e Perea (Rudnei)
Técnico: Celso Roth

Ourtos jogos:


Leia mais sobre: Santos Grêmio Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo