iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/07 - 13:33

Kaká se defende: só não vai a Pequim por veto do Milan

A relação entre a equipe do Milan e a CBF tem piorado devido aos problemas com Kaká

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - As declarações do primeiro-ministro italiano e presidente do Milan, Silvio Berlusconi, de que Kaká não atuará nas Olimpíadas por estar cansado foram rebatidas pelo meia.

Sem querer contestar o mandatário, o atual dono do título de melhor do mundo da Fifa reiterou sua vontade de ir a Pequim e garante que só não estará na China por vontade do clube.

Em comunicado enviado por sua assessoria de imprensa, o ex-são-paulino reforçou suas últimas declarações de que pretendia estar com a seleção olímpica como um dos três atletas acima dos 23 anos.

O técnico Dunga também deu a entender de que chamaria o jogador, mas a vontade foi esbarrada no Milan, que não abre mão de seu craque na preparação para a próxima temporada.

A relação entre a equipe rossoneri e a CBF tem piorado devido aos problemas com Kaká. Além da recusa à participação do jogador nas Olimpíadas, Dunga entrou em rota de colisão com os italianos ao acusá-los de impedir o meio-campista de jogar nas Eliminatórias.

Confusões à parte, confira abaixo a íntegra da nota de Kaká negando as declarações de Berlusconi.

“A respeito do que vem sendo publicado na imprensa nas últimas horas, o jogador Kaká esclarece:

Que mantém sua vontade de representar a seleção brasileira no Jogos Olímpicos de 2008, como já declarou publicamente em diversas vezes;

Que o veto partiu oficialmente do AC Milan, na figura de seu presidente em exercício Adriano Galiani e publicado no site oficial da equipe;

Que desconhece o contexto em que foram dadas as declarações do primeiro-ministro Silvio Berlusconi no Japão;

Que em nenhum momento conversou com o primeiro-ministro Silvio Berlusconi sobre assuntos relacionados ao futebol, respeitando sempre as decisões do presidente do AC Milan, Adriano Galiani”


Leia mais sobre: Kaká Milan Seleção Brasileira

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Flávio Torres

Se defendendo
Em nota,Kaká disse que o veto partiu oficialmente do Milan

Topo