iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/07 - 13:53

'Fomos roubados', diz presidente do Goiás
"Fomos escandalosamente roubados no Beira-Rio. O que aconteceu foi um verdadeiro absurdo", disse Pedro Goulart

Gazeta Esportiva

GOIÂNIA - A derrota de 1 a 0 para o Internacional não foi muito bem aceita no Goiás, que permaneceu com nove pontos, na zona de rebaixamento.

Isso porque todos no clube verde atribuiram o resultado a arbitragem do carioca Péricles Bassols Pegado Cortez, que não viu falta de Nilmar no zagueiro Henrique no lance que originou o único gol do jogo. O atacante puxou a camisa do defensor para ficar com a bola.

'Fomos escandalosamente roubados no Beira-Rio. O que aconteceu foi um verdadeiro absurdo e espero que providências sejam tomadas', afirmou o presidente do Goiás, Pedro Goulart.

O técnico Hélio dos Anjos concordou com o dirigente e considerou o resultado no Beira-Rio injusto.

'Se formos analisar o jogo, ele foi decidido graças a um lance irregular, um gol que não deveria ter sido validado. Portanto o resultado foi injusto', apontou Hélio.

Apesar de evitar declarações polêmicas, Henrique afirma que não existe dúvida de que ele foi puxado por Nilmar e por isso perdeu a jogada.

Agora o Goiás se prepara para enfrentar o Coritiba no próximo sábado, às 18h20 (de Brasília), no Estádio Serra Dourada, em Goiânia , pela 11ª rodada do Brasileirão. Para este compromisso, Hélio dos Anjos só deverá anunciar a formação titular no treino desta sexta-feira, já que a quinta-feira foi de trabalho regenerativo. A diretoria trabalha para regularizar a tempo a documentação do lateral-esquerdo Thiago Feltri, que se apresentou na quarta-feira.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo