iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/07 - 09:33

Cuca aposta em “mês cheio” para coroar esforço santista
Para o treinador, existe uma enorme dedicação nas partidas, mas a ansiedade de conquistar a vitória é um fator que continua atrapalhando

Gazeta Esportiva

SANTOS - A “maratona” de partidas pelo Campeonato Brasileiro é a esperança do Santos para ressurgir. Devido aos dois jogos por semana que a tabela aponta até o final de agosto, o Peixe terá um mês com muito trabalho. Por isso, Cuca segue confiante no grupo e aposta em um bom entrosamento nas próximas partidas para ajudar na recuperação do time.

“Esse mês será cheio, teremos mais seis partidas, aos domingos e nas quartas. Então, eu tenho uma esperança, uma fé muito grande de conseguir os resultados em curto tempo, porque o pessoal está evoluindo, já temos jogadas de um lado do outro, por dentro. Só tem que arrumar um pouco mais atrás”, diagnosticou Cuca.

Para o treinador, existe no grupo uma enorme dedicação nas partidas, mas a ansiedade de conquistar a vitória – o comandante ainda não triunfou à frente do alvinegro praiano – é um fator que continua atrapalhando o time dentro de campo.

“Ninguém pode dizer que faltou luta, entrega, vontade, dedicação. Tem erros, e os erros que ocorrem são oriundos de uma ansiedade, e às vezes isso atrapalha uma situação. O time está ansioso para sair na frente do resultado, e, por buscar o resultado o tempo todo, no final os jogadores sentem um desgaste”, explicou o treinador.

Cuca acredita que o cenário descrito pôde ser comprovado no empate por 1 a 1, contra o Grêmio, nessa quarta-feira, na Vila Belmiro. O técnico voltou a reclamar da intranqüilidade da equipe e dos gols desperdiçados por seus jogadores.

“Faltou sorte e calma para marcar. É bola na trave, é o goleiro adversário como melhor em campo, não dá para todo jogo isso acontecer. Mas não adianta achar culpados, tem que ter tranqüilidade e equilíbrio, porque domingo é essa mesma turma que pode vencer”, confiou.

Em 18º lugar no Brasileirão, com apenas sete pontos somados em dez jogos, o Santos tenta começar uma recuperação na competição neste domingo na Vila Belmiro, onde encarará o Botafogo, último time dirigido por Cuca. É a chance de o Peixe deixar a zona de rebaixamento pela primeira vez em seis rodadas.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo