iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/07 - 18:36

Verdão faz mistério e pode usar três atacantes nesta quinta
Com diversos desfalques, Luxemburgo abre até a possibilidade de utilizar até três atacantes contra o Figueirense

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O técnico Vanderlei Luxemburgo pretende esperar até minutos antes da partida contra o Figueirense para anunciar a escalação do Palmeiras.

Com diversos desfalques (Élder Granja, Gustavo, David, Martinez, Kléber e possivelmente Leandro), o treinador abre a possibilidade de utilizar até três atacantes na partida desta quinta-feira.

Sem Kléber, que cumpre o último jogo de suspensão, Lenny e Denílson brigariam para atuar ao lado de Alex Mineiro. Só que Luxemburgo citou o nome de Jorge Preá até como uma provável surpresa para enfrentar o Figueirense.

“Vou ver amanhã com calma, vou analisar o vídeo do adversário, ainda não tive tempo para isso. Posso mudar a característica da equipe, com a presença de três atacantes e apenas um volante”, confirmou o técnico alviverde.

Portanto, outro que fica na expectativa da decisão do treinador é Léo Lima, que pode sair do time para a entrada do terceiro atacante. O camisa 27 seria o substituto natural de Martinez, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Sem influência: No empate contra o Atlético-MG, Denílson entrou no segundo tempo e desperdiçou uma chance incrível de garantir mais três pontos para o Palmeiras. Livre dentro da área, ele tentou um toque por cobertura e deixou a bola fácil nas mãos do goleiro Edson.

Mesmo com a fama de exigente, Luxemburgo evitou críticas a Denílson pelo lance na capital mineira. “Se ele fizesse o gol, era maravilhoso. Esse detalhe não terá influência na minha decisão pelo titular do time contra o Figueirense”, ponderou o comandante campeão paulista, irritado com a pergunta feita por um jornalista.

Em contrapartida, Luxemburgo teve uma conversa especial com Denílson. O tema: a queda de rendimento do meia-atacante nas últimas semanas. “Denílson não pode ser visto como uma foca, que só faz algo sem produtividade. Nos últimos jogos, ele voltou a fazer coisas que não cabem dentro de campo”, finalizou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo