iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/07 - 17:26

Renan minimiza punição e fama de violento

O goleiro foi convocado pelo técnico Dunga para integrar a seleção olímpica nos Jogos de Pequim

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por conta de sua expulsão no clássico Gre-Nal, o goleiro Renan pegou pena mínima de dois jogos e, depois de cumprir suspensão automática no jogo contra o Coritiba, será desfalque novamente para enfrentar o Goiás, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro.

Apesar do polêmico episódio, o jogador convocado pelo técnico Dunga para integrar a seleção olímpica descartou a possibilidade de ser conhecido como violento e tratou de minimizar a suspensão.

“Não é comum um goleiro ser expulso, mas tenho a consciência tranqüila de que não fiz nada demais, não cometi nenhuma agressão e sei que, pelo o meu retrospecto no clube, não vou ficar com fama de indisciplinado”, disse Renan, em declaração ao site Justiça Desportiva.

O lance da expulsão aconteceu aos 34 minutos do segundo tempo, quando, ao sair para interceptar um cruzamento, acabou acertando seu pé em Rodrigo Mendes, atacante do Grêmio. Com a ajuda do assistente Alessandro Álvaro Rocha Matos, o árbitro Alicio Pena Júnior mostrou o vermelho ao goleiro e marcou pênalti, convertido por Roger, empatando o jogo.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo