iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/07 - 19:11

Para o clássico contra o Avaí, Criciúma reforça segurança
Na última partida entre os rivais, um torcedor do Criciúma teve a mão dilacerada por uma bomba caseira

Gazeta Esportiva

CRICIÚMA - Para não se repetirem as cenas que aconteceram na última vez em que Criciúma e Avaí se enfrentaram, a diretoria do Tigre irá reforçar a segurança para a partida entre as equipes no estádio Heriberto Hulse, pela Série B. Um total de 110 policiais militares e 30 seguranças privados estarão presentes no próximo sábado.

Na última partida entre os rivais, há mais de quatro meses, o torcedor do Criciúma Ivo Costa, de 62 anos, teve a mão dilacerada por uma bomba caseira jogada pela torcida do Avaí. Após o acidente, houve briga generalizada e alguns torcedores entraram em confronto com a Polícia Militar.

Outra medida de segurança tomada é que apenas torcedores de torcidas uniformizadas do Avaí devidamente cadastrados terão acesso ao estádio. E os que entrarem no Heriberto Hulse não poderão portar mastros de bandeiras, rolos de papel higiênico e sinalizadores.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo