iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/07 - 16:06

Apesar de 'noite maravilhosa', Corinthians admite que errou
Goleada por 5 a 0 sobre o Marília deu aos corintianos uma noite de sono tranqüila

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Com a segunda vitória consecutiva após passar duas rodadas apenas empatando na Série B, o Corinthians ainda superou as lesões de Alessandro e Nilton durante o jogo e a expulsão de Acosta para vencer no Pacaembu. O time, porém, admite estar longe de ser perfeito.

As exaltações pelos últimos resultados não afetarão o rendimento dos comandados de Mano Menezes. Esta, pelo menos, é a garantia de uma dupla que encontrou as redes nessa terça-feira: Dentinho e Denis. Ambos admitem que, apesar do placar e da boa campanha, o time ainda peca em alguns momentos.

“A comissão técnica sempre fala conosco sobre os nossos erros, passes errados, chance que damos no contra ataque. A comissão técnica está lá para ver isso e estamos sempre concentrados nisso”, assegura Dentinho.

“Sabemos que temos muitos setores e muitos aspectos que podemos melhorar e vamos trabalhar para isso. Essa euforia toda não vai nos atrapalhar”, promete Denis, já de olho no duelo deste sábado contra o Santo André, às 16h, no Bruno José Daniel.

Apesar da ponderação, essa terça-feira, que consolidou o Timão na liderança da Segundona, agora com seis pontos de distância sobre o segundo colocado Barueri, dificilmente será esquecido pelos dois goleadores no Pacaembu. O atacante confirmou a boa fase ao marcar dois gols, enquanto o lateral estreou na equipe e ainda fechou o placar.

A alegria estava mais estampada no garoto de 19 anos. “Foi uma noite maravilhosa. Cheguei em casa, recebi os parabéns do meu pai, da minha mãe, da minha namorada. Isso é importante. Espero chegar em casa com muitas noites como essa”, torce Dentinho, que demorou a relaxar. “Fui dormir tarde, 3, 4 da manhã. Fiquei vendo na internet e na televisão os meus gols”, revela.

Mais experiente que o companheiro, Denis foi mais econômico em suas palavras e, mais do que o gol, feito que é raro em sua carreira, preferiu destacar a conquista coletiva. “Foi uma estréia muito boa, principal com a equipe ganhando e eu marcando um gol. Não poderia ser melhor”, comemora. “Noite melhor impossível, porque a equipe ganhou”, complementa.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo