iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/07 - 11:25

Felipão chega ao Chelsea esbanjando confiança

O ex-técnico de Portugal chegou bem-humorado e disse que vai saber lidar com a pressão pelos resultados

Gazeta Esportiva

LONDRES (Inglaterra) - Depois de ter o primeiro contato com seus comandados na última segunda-feira, Luiz Felipe Scolari foi apresentado nesta terça como novo treinador do Chelsea. Bem-humorado, o brasileiro se disse pronto para o desafio de comandar o time londrino e mostrou-se confiante já para a sua primeira temporada no futebol inglês. O jornal Daily Mirror publicou vídeo da entrevista, que você vê ao lado.

''Temos pressão e eu sei como lidar com ela, porque no Brasil se respira futebol. Por causa da pressão do meu próprio povo, acho que estou preparado para isso. Na minha cabeça, eu me sinto preparado'', garantiu Felipão, que volta a comandar um clube após oito anos em seleções. “O Chelsea é um dos maiores do mundo. Aceitei este desafio por causa disso”, emendou.

O treinador chega com a missão de levar os Blues ao inédito título da Copa dos Campeões, obsessão do dono do clube londrino, o magnata russo Roman Abramovich. Confiante, Scolari crê que pode conseguir o feito nesta temporada. “Eu, minha comissão técnica e meus jogadores temos a meta de conquistar todas as competições”, avisou.

“Creio que temos condições de vencer todas os torneios que vamos jogar. Como jogador e como treinador, sempre quis vencer, e quando perdia tinha dificuldades em aceitar. Na vida você tem e lutar, e eu não aceito não vencer. Vamos tentar o melhor para o Chelsea. Não sei se vamos ganhar um, dois, três ou quatro torneios, mas sei que vamos tentar”, completou.

Após cinco anos e meio em Portugal, Felipão declarou que a decisão de aceitar o desafio de comandar os Blues não foi difícil de ser tomada tanto por ele como por seus familiares. “A minha família vem comigo para qualquer lado. Na Inglaterra há uma nova cultura e preciso aprender muito. Foi uma decisão clara tomada em conjunto, não foi difícil'', contou.

Famoso por pregar a união no grupo com seu estilo “paizão”, como visto na campanha do pentacampeonato com o Brasil em 2002, a conhecida “família Scolari”, o técnico garante que vai continuar com seu sistema. ''Se você tem um jogador que está no caminho errado, você conversa com ele e dá conselhos, como se fosse o seu filho'', analisou Felipão.

Sobre o elenco do Chelsea, o treinador brasileiro disse contar com o meia Frank Lampard e o atacante Didier Drogba, que estariam de saída do clube, e pretende trabalhar com um grupo de 24 atletas. Scolari ainda confirmou que John Terry segue como capitão da equipe e admite mudanças no plantel durante a pré-temporada. “Dou aos jogadores tudo que precisam e quero respeito por mim e pela comissão técnica. Quero dedicação”, cobrou.

Felipão ainda previu um bom relacionamento com Abramovich, que costuma dar pitacos na escalação do time. ''Eu o encontrei duas vezes e temos uma ótima relação. Eu o respeito e ele me respeita. Quando conversamos sobre o Chelsea e os jogadores, é normal'', revelou o brasileiro, que também quer construir amizades com seus colegas de profissão na Inglaterra. ''O Arsene (Wenger, técnico do Arsenal) e outros treinadores disseram coisas boas sobre mim. Espero fazer amigos enquanto estiver aqui'', finalizou.


Leia mais sobre: Felipão Chelsea

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo