iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/07 - 15:04

Estilo Felipão impressiona em primeira aparição no Chelsea
O ténico discursou com seu corajoso inglês, sorriso pronto e a promessa de manter Lampard e Drogba em Londres

Reuters

LONDRES (Inglaterra) - Luiz Felipe Scolari levou no charme a sua primeira aparição no Chelsea. O técnico brasileiro chegou a repetir José Mourinho quando falou sobre ser 'especial'.

'Sim, sou especial para meus amigos e para minha família...mas, como técnico, sou mais ou menos', brincou Scolari, que venceu a Copa do Mundo com a seleção brasileira em 2002, durante uma coletiva de imprensa na terça-feira.

O 'circo' em volta de Scolari durante sua chegada foi tamanho que a coletiva dos vice-campeões do Campeonato Inglês e da Liga dos Campeões, que demitiram o técnico Avram Grant em maio, teve de ser transferida para um grande hotel perto do campo de treino.

Scolari, que precisou da ajuda do intérprete só algumas vezes, disse que não se sente pressionado mais do que nos clubes brasileiros e do Oriente Médio ou nas seleções de Brasil e Portugal.

'Se você é técnico no Brasil, você sabe a pressão que é', disse. 'Acho que estou preparado'.

Scolari, apesar de ser famoso pelo pavio curto, incentiva um clima familiar entre os jogadores.

'Sou um técnico que respeita seus jogadores e gosto dos meus jogadores como uma família. Dou a todos o que precisam e quero respeito para mim, minha equipe e meu clube', disse.

Scolari, que deixou de ser técnico da seleção portuguesa depois da derrota nas quartas-de-final da Eurocopa no mês passado, negou que tenha encorajado o português Cristiano Ronaldo a sair do Manchester United e ir para o Real Madrid.

'Cristiano Ronaldo é um ótimo jogador em qualquer campeonato... Nunca o aconselhei a mudar de clube', disse.

Foi o Manchester United que superou o Chelsea na Liga dos Campeões e no Campeonato Inglês na temporada passada.

Scolari levou um de seus jogadores portugueses, Deco, para o Chelsea, mas diz que não pretende levar outros. Ele acrescentou que não faz idéia de quais mudanças fará no time.

'Só estou aqui há três dias... Não sei de quantas mudanças vou precisar... Você precisa saber as características, as qualidades (do time)', disse.

No entanto, ele tem certeza de que vai manter o inglês John Terry como capitão, dizendo que votou tanto em Terry quanto em Drogba para o time do ano em temporadas passadas.

O presidente do Chelsea, Bruce Buck, e o chefe-executivo, Peter Kenyon, estavam presentes na entrevista, mas não falaram nada.

Scolari disse que se encontrou duas vezes com o proprietário do clube, Roman Abramovich desde que concordou em se mudar para Londres e, segundo o brasileiro, eles se deram bem. Ele censurou as perguntas que sugeriram uma possível interferência do russo no time, dizendo que estava feliz em discutir sobre ele. 'Tenho respeito por ele (Abramovich) e ele tem respeito por mim', completou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo