iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/07 - 14:17

Renato pede apoio da torcida para reagir
Na última quarta-feira, mais de 80 mil pessoas foram ao Maracanã e viram o Fluminense perder o título da Copa Libertadores para a LDU, do Equador

Gazeta Esportiva

 Para piorar, o time não foi bem no final de semana e acabou derrotado pelo Goiás no Serra Dourada, resultado que confirmou o Tricolor na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Para buscar sair do buraco, o Flu enfrenta o Atlético-PR nesta quarta, no Maracanã, e Renato Gaúcho espera contar com a ajuda dos torcedores.

”Neste momento precisamos muito do apoio de nossa torcida e ela pode ter certeza que daremos a volta por cima e brigaremos pelas primeiras posições no Brasileiro. Confio muito no grupo que tenho nas mãos”, afirmou Renato.

Até o momento, o Fluminense soma apenas três pontos no Campeonato Brasileiro e não venceu nenhum dos nove jogos que disputou, quase todos com um time reserva. A situação do Tricolor se complica pelo fato de o Coritiba, primeira equipe fora da zona de rebaixamento, já ter dez pontos na competição.

Outro fator que pode complicar o Fluminense é o assédio de outros clubes nas principais estrelas tricolores. Renato Gaúcho admite que alguns jogadores podem sair para o exterior, mas rechaça qualquer possibilidade de perder atletas para algum concorrente do Campeonato Brasileiro.

”Os clubes brasileiros não têm a mínima condição de tirar alguém daqui. Se alguém sair, será para fora do país. Os europeus estão interessados porque os nossos jogadores merecem. Mas podem ter certeza de que tentaremos segurar todo mundo”, comentou.


Enquanto isso, o departamento jurídico do Fluminense aguarda com expectativa pela decisão do julgamento de Dodô. O jogador, que foi flagrado em um exame antidoping no ano passado, foi julgado recentemente pela Corte Arbitral do Esporte, na Suíça.

”A situação ainda se encontra como estava antes e estamos aguardando pela decisão da Corte Arbitral. Estamos aguardando, confiantes de um resultado positivo”, afirmou o advogado Carlos Portinho, à Rádio Brasil.

De acordo com o advogado, a decisão final sobre uma possível punição a Dodô deverá ser dada até o final deste mês.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo