iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/07 - 18:18

'Mesmo com 'dois Roger' em campo perderíamos', minimiza Odone
O presidente do Grêmio, Paulo Odone, acompanhou as reclamações da torcida e dos próprios atletas ao classificar como péssima a atuação da equipe na derrota por 2 a 0 para o Botafogo, neste domingo.

Gazeta Esportiva

O dirigente, que viu a equipe sair de controle no Gauchão e na Copa do Brasil, reconheceu a apresentação como a pior de 2008.

“Foi a pior atuação do ano. No segundo tempo o Grêmio ainda tentou se equilibrar, mas até a mexida do Celso Roth, seguramente foi a pior partida do ano. Foi daqueles dias terríveis no futebol”, afirmou o dirigente, em declaração à Rádio Gaúcha.

Odone, no entanto, minimizou os efeitos da saída repentina do meia Roger no resultado da partida. O dirigente, que se mostrou muito irritado com o anúncio de sua ida para o Catar Sports Club, não viu a ausência do atleta como fator primordial na tarde de domingo.

“Hoje, mesmo que tivéssemos dois Roger em campo, iria acontecer a mesma coisa do primeiro tempo, aquela correria que o Botafogo impôs e o desnorteio de toda equipe. Não dá pra dizer que um setor foi mal. Todos foram mal”, declarou Paulo Odone.
O resultado deixou o Grêmio com o mesmo número de pontos que o Cruzeiro, Vitória e Palmeiras, mas, no entanto, derrubou-o para a terceira posição do Brasileirão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo