iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/07 - 20:20

Goiás quebra jejum e mantém Fluminense na lanterna
O drama do Fluminense continua. Em partida disputada na noite deste domingo no Serra Dourada, o Fluminense foi derrotado pelo Goiás por 1 a 0, gol de Iarley, e segue na lanterna do Campeonato Brasileiro com apenas três pontos ganhos.

Gazeta Esportiva

Para a equipe goiana, que conseguiu sua primeira vitória na competição dentro de casa, o resultado não ainda serviu para que saísse da zona do rebaixamento. O Verdão de Goiânia ocupa a 17ª posição na tabela com nove pontos ganhos.

A vitória do Goiás foi merecida porque o time dirigido por Hélio dos Anjos dominou quase que inteiramente a partida, desperdiçou muitas chances e ainda foi prejudicado por um pênalti não marcado pelo árbitro catarinense Célio Amorim. O árbitro catarinense também desagradou os cariocas que o acusaram de permitir a violência dos jogadores goianos.

Já o Fluminense pareceu ainda estar sob o efeito da derrota na decisão da Libertadores. O time de Renato Gaúcho mostrou-se apático e sem forças para buscar um melhor resultado.

Na próxima rodada, o Goiás vai encarar o Internacional no Beira-Rio enquanto o Fluminense receberá o Atlético Paranaense no Maracanã.

O jogo - A partida começou com o Goiás no ataque se aproveitando principalmente das jogadas de Romerito pela lateral esquerda. Enquanto isso, o Fluminense mostrava muita dificuldade para armar jogadas ofensivas. Aos 12 minutos, o time da casa criou o seu primeiro momento de emoçãoquando Ramalho arriscou de fora da área e Fernando Henrique espalmou para escanteio.

O Fluminense não conseguia se arrumar em campo e apenas Conca tentava organizar a equipe mas estava muito distante dos atacantes e suas tentativas de passe não tinham sucesso. O domínio do Goiás era cada vez maior e o Tricolor carioca não parecia ter forças para sair da pressão.

Aos 24, Paulo Baier concluiu da entrada da área e Fernando Henrique espalmou para escanteio. Na cobrança, a bola voltou para Paulo Baier que bateu rasteiro e a bola passou bem perto da trave para alívio do goleiro tricolor que fez golpe de vista.

Aos 27 minutos, o domínio goiano acabou em gol. Iarley receber de costas dentro da área, girou diante dos zagueiros e bateu rasteiro para abrir o marcador.

Em desvantagem, o tricolor carioca adiantou um pouco mais a marcação para tentar pressionar o Goiás e acabou criando sua melhor oportunidade para empatar aos 36 minutos quando Thiago Neves cobrou falta da intermediária,a bola bateu na trave e sobrou para Dodô que chutou em cima do goleiro Harlei.

A resporta da equipe mandante veio rápida com dois chutes de Paulo Bauer. O primeiro em falta cobrada aos 40 minutos que Fernando Henrique espalmou para escanteio. No minuto seguinte, Paulo Baier concluiu de novo com perigo, mas Fernando Henrique defendeu. No último lance importante do primeiro tempo, o goleiro Harlei saiu bem do gol para cortar um cruzamento que buscava a cabeça de Dodô.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo e o panorama da partida também permaneceu inalterado. O Goiás atacando em busca do segundo gol e o Fluminense sem mostrar capacidade de reverter a situação.

O clima é que ficou mais pesado a partir de uma entrada mais dura de Romerito sobre Conca. Aos oito minutos, Vítor driblou Thiago Silva e foi derrubado dentro da área mais o árbitro não a penalidade. O Tricolor carioca continuava jogando mal e Renato Gaúcho tentou dar mais agressividade ao time trocando o volante Ygor pelo meia Tartá.

Aos 19 minutos, Thiago Neves cobrou falta e Harlei fez sua primeira defesa no segundo tempo, socando a bola na pequena área. Hélio dos Anjos reforçou a marcação goiana trocando o meia Paulo Baier pelo volante Fábio Bahia.

Aos 26 minutos, após boa troca de passes no meio-campo, Tartá iludiu a marcação e bateu rasteiro com grande perigo para o gol de Harlei. Aos 29, o time da casa deu o troco com Iarley que girou de dentro da área e chutou forte mas a bola passou rente à trave esquerda de Fernando Henrique.

Nos minutos finais, o técnico Renato trocou o volante Arouca pelo atacante Alan mas foi o Goiás que quase marcou o segundo gol aos 42 após troca de bolas que terminou com a conclusão de Felipe em cima do goleiro Fernando Henrique no último lance importante do jogo.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo