iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/07 - 20:05

Botafogo reage com vitória sobre o Grêmio
O Botafogo voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro após três rodadas. Neste domingo, no Engenhão, a equipe comandada por Geninho derrotou o Grêmio por 2 a 0, gols de Túlio e Zé Carlos, e distanciou-se da zona de rebaixamento.

Gazeta Esportiva

O Botafogo totaliza agora os mesmos 11 pontos de Vasco, Internacional, Sport e Atlético-MG. Já o Grêmio, que fez sua primeira partida após o meia Roger acertar com o Catar Sports Club, divide a vice-liderança com Cruzeiro, Vitória e Palmeiras, todos com 17 pontos.

Na próxima rodada, quarta-feira, as duas equipes jogarão fora de casa. O Botafogo irá ao Barradão enfrentar o Vitória, enquanto o Grêmio visitará o Santos na Vila Belmiro.

O jogo – O Grêmio sentiu a ausência de Roger contra o Botafogo. Com um meio-campo pouco criativo, o time gaúcho ofereceu espaços para o carioca pressionar nos minutos iniciais da partida. Só assustou em uma cabeçada perigosa de Jean, aos 14 minutos.

Logo em seguida, no entanto, o Botafogo abriu o placar. Wellington Paulista fez lançamento longo para Túlio, que, dentro da área, ajeitou e chutou cruzado. A bola desviou em dois defensores gremistas e enganou o goleiro Victor.

Em vantagem, o Botafogo seguiu no ataque – muito mais porque o Grêmio não oferecia resistência do que por iniciativa própria –, mas pecava nas finalizações. Praticamente inofensivo, o adversário se apegava às jogadas aéreas para tentar empatar. Sem sucesso.

No intervalo, o técnico Celso Roth tentou mudar o panorama do jogo com Marcel no lugar de Rudnei. Não adiantou. Aos 8 minutos do segundo tempo, Zé Carlos cobrou falta da esquerda e surpreendeu Victor, que esperava chute de Lucio Flavio: 2 a 0 para o Botafogo.

Roth, então, promoveu mais duas mudanças no Grêmio. Trocou Jean e Rodrigo Mendes por Maylson e Makelele, mas continuou indignado com o que assistia à beira do gramado. Mesmo administrando a vitória, o Botafogo ainda era mais incisivo, incomodando com chutes de longa distância.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo