iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/07 - 18:18

Nos acréscimos, Barueri bate Bragantino e entra no G-4
Neste sábado, o Barueri manteve a boa fase na Série B do Campeonato Brasileiro e ainda exorcizou um “fantasma” em sua Arena. Diante do Bragantino, graças a um gol de pênalti marcado por Pedrão aos 46 minutos do segundo tempo, a equipe venceu a terceira seguida ao aplicar 2 a 1 e, de quebra, acabou com o jejum de três jogos sem triunfos como mandante.

Gazeta Esportiva

Para completar, o resultado colocou a equipe de Heriberto da Cunha em terceiro lugar, com 17 pontos, na zona de classificação para a primeira divisão nacional em 2009. Já o Bragantino amarga a zona de rebaixamento, em 17º lugar, com nove pontos.

Além de Pedrão, convertendo cobrança de pênalti sofrido por Guaru, outro responsável pela vitória do time da Grande São Paulo foi Ésley, autor do gol que abriu o placar aos três minutos de jogo. Sérgio Manoel fez o único tento do Bragantino em cobrança de falta, aos 24 minutos do primeiro tempo.

O jogo – O Barueri começou a partida com força total para chegar à terceira vitória consecutiva, e a estratégia não demorou a dar certo. Com apenas dois minutos, Sérgio Manoel fez falta na intermediária. Na cobrança, a zaga cortou mal e deixou a bola limpa para Ésley fuzilar e abrir o placar para os mandantes.

O gol marcado no início, entretanto, não fez bem aos donos da casa. A equipe comandada por Heriberto da Cunha recuou seu jogo e deu espaço para que o Bragantino ganhasse espaço em seu campo ofensivo. Recuperado da falha no tento adversário, Sérgio Manoel se tornava o condutor dos interioranos e, dos seus pés, saiu o empate.

Aos 24 minutos, o experiente meia foi derrubado por Diego na entrada da área. E o camisa 10 não desperdiçou ao bater de perna esquerda. O jogador ainda contou com a ajuda da barreira, que abriu e deixou o goleiro René sem chances de se mexer para evitar a igualdade.

Sofrer o gol acordou o Barueri, que passou a dominar o campo adversário. O Braga, por sua vez, apostava nos contra-ataques, puxados principalmente por Somália em busca do centroavante Nunes. A melhor chance do intervalo, entretanto, foi mandante. Aos 44 minutos, Ésley aproveitou sobra na entrada da área, dominou no peito e disparou no travessão.

No segundo tempo, os dois times voltaram mais incisivos e criaram muitas chances. O Barueri, entretanto, era melhor em suas tentativas e chegou a balançar as redes aos 26 minutos, com Pedrão, mas a arbitragem anulou o lance alegando impedimento.

Na reta final da partida, os donos da casa apertaram a zaga visitante e, aos 46 minutos, foi beneficiado por ser mais incisivo. Guaru entrou na área e caiu após choque com o lateral-direito Viola. Pênalti, que Pedrão converteu para dar a terceira vitória consecutiva ao Barueri.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo