iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/07 - 20:23

Flamengo vence Náutico e dispara na liderança
Jogando no Maracanã e com o apoio de sua torcida, o Flamengo ampliou sua vantagem na liderança isolada do Campeonato Brasileiro neste sábado, ao bater o Náutico por 3 a 0, gols de Leonardo Moura, Marcinho e Kléberson. Com a terceira vitória consecutiva na competição e o tropeço do Cruzeiro diante do Sport, o Rubro-Negro carioca soma agora 22 pontos, cinco a mais do que a Raposa e o Grêmio, que joga neste domingo com o Botafogo.

Gazeta Esportiva

Já o Timbu permanece com 14. Na próxima quarta-feira, o Flamengo joga em Belo Horizonte contra o Atlético-MG. No mesmo dia, o Náutico recebe o São Paulo em Recife.

O jogo - Embalado por sua torcida, o Flamengo começou a partida no ataque. Aos quatro minutos, reclamou de pênalti quando Obina invadiu a área e trombou com Luisão, mas o árbitro Jaílson Freitas mandou a jogada seguir. Mas o Rubro-Negro não se abalou e chegou logo ao primeiro gol. Aos 11 minutos, Leonardo Moura aproveitou bola que sobrou no meio da área para encobrir, de cabeça, o goleiro Eduardo.

Sem perder o ritmo, o time carioca ampliou o marcador aos 19 minutos, através de Marcinho. Após boa jogada de Juan pela esquerda, a defesa do Náutico cortou mal e deixou para o meia-atacante, que apareceu para bater no canto esquerdo do goleiro do Timbu. Flamengo 2 x 0 e festa no Maracanã.

O terceiro gol, por pouco, não saiu aos 23 minutos, quando Eduardo se complicou para defender uma finalização de Renato Augusto. Atordoado em campo, Náutico tentou diminuir aos 26 minutos, mas o chute de Ruy foi defendido sem maiores dificuldades pelo goleiro Bruno. O lance animou os pernambucanos, que ainda tiveram duas boas chances no primeiro tempo.

Aos 35, Bruno bateu roupa em falta cobrada por Itaqui de longe, e quase facilitou a vida do Timbu. Quatro minutos depois, Wellington cabeceou rente à trave do goleiro rubro-negro, após cruzamento de Paulo Almeida.

O segundo tempo começou com o Náutico pedindo pênalti de Bruno em cima de Ruy aos sete minutos. Mas assim como fizera na etapa inicial, o árbitro também preferiu não marcar a infração. Com a bola rolando, o time pernambucano também encontrava dificuldades para pressionar o Flamengo. Para tentar mudar o jogo, o técnico Leandro Machado apostou na saída de Felipe para a entrada de Gilmar.

Mas antes que pudesse saber se sua substituição daria certo, o técnico do Náutico viu o Flamengo ir ao ataque e marcar o terceiro gol. Aos 14 minutos, Kléberson recebeu de Marcinho e e bateu no meio do gol, contando com a falha do goleiro Eduardo para aumentar a vantagem do time carioca.

Ainda mais tranquilo em campo, o Flamengo passou quase todo o segundo tempo tocando a bola e buscando se aproveitar do nervosismo adversário. O técnico Caio Júnior ainda aproveitou o tempo restante para colocar o atacante Souza em campo, mas o atacante não conseguiu mostrar que havia sido injustiçado ao perder a vaga entre os titulares. Menos mal para o Flamengo, que não precisava de mais gols e confirmou a fácil vitória por 3 a 0.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo