iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/07 - 20:42

Santos busca fim do jejum de vitórias contra o Atlético-PR
No compromisso contra o Atlético PR, neste sábado, às 18h20, na Arena da Baixada, o Santos busca a primeira vitória fora, para dar um chega pra lá na zona do rebaixamento, e acabar de vez com o jejum de seis jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva

Já o Furação tenta seu segundo triunfo em casa, uma vez que, em quatro partidas, empatou três diante de sua torcida.

Na tabela, o Santos ocupa a 17ª colocação, com 6 pontos ganhos e um saldo negativo de sete gols. Para o Alvinegro deixar a zona do perigo ao fim da nona rodada, não basta conquistar os três pontos fora, precisará ainda, que pelo menos um dos quatro concorrentes - Figueirense (13º, 9 pontos), Internacional (14º, 8 pontos), Sport (15º, 8 pontos) ou Botafogo (16º, 8 pontos) - percam seus jogos.

O Atlético PR, por sua vez, está na 12ª posição, com 9 pontos e saldo de um gol. Mesmo com um resultado negativo, o time curitibano ficará na frente do time santista pelo critério de desempate (uma derrota)

O Peixe não vence uma partida desde o dia 22 de maio, há 43 dias, quando derrotou o América do (MEX) por 1 a 0, na Vila Belmiro, em jogo que causou eliminação da equipe na Copa Libertadores 2008. No México os santistas haviam perdido por 2 a 0.

A idéia do técnico Cuca é derrotar o Atlético na Arena, não só para voltar a vencer, o que não acontece há seis jogos, mas também para dar início à caça do chamado G-4 - parte privilegiada da tabela - rumo a Libertadores 2009.

“Eu quero chegar à Libertadores, meu foco é esse, mas tem que ter paciência. O Santos não vence há muito tempo uma partida, quando se encaixa seis vitórias seguidas, você dá um pulo lá pra cima. Voltar a vencer será bom para os mais jovens e também para os mais experientes. A vitória acalma, conforta, tranqüiliza, dá novo ânimo e incentivo”, ensinou o professor Cuca.

O treinador considera o Brasileirão um campeonato muito disputado, principalmente porque dificilmente os times conseguem manter-se, de ponta a ponta, na mesma posição. Por isso, acredita em uma breve guinada do Peixe para deixar de vez a zona do rebaixamento.

“Todas as equipes tem altos e baixos e sofrem seu momento ruim na competição, quem não passa no começo, passará no meio ou no final. Vamos acreditar que nosso momento ruim é no começo e que a gente vai dar uma arrancada firme e forte no final”

E para alcançar a tão desejada vitória, a principal novidade do Santos será o retorno do jovem Tiago Luís na vaga de Lima que vai para o banco de reservas. O atacante de 19 anos, não joga como titular desde o dia 10 de fevereiro, quando, no Paulistão, o Santos foi derrotado pelo São Paulo por 3 a 2, no Morumbi.

Quanto à formação da equipe, Cuca tem apenas uma dúvida. Ele ainda não sabe se escolhe o zagueiro Domingos e mantém o esquema 3-5-2, ou se opta pelo volante Adoniran passando para o 4-4-2. Neste caso, Rodrigo Souto ficaria como um segundo volante, auxiliando o ataque santista.

Na primeira parte do coletivo apronto desta sexta-feira, o treinador utilizou Domingos. Depois colocou Adoniran na segunda etapa. No último jogo contra a Portuguesa, Cuca tinha a mesma dúvida, no entanto, Domingos atuou em toda a partida ao lado de Marcelo e Fabão.

Já Robinho, com lesão muscular na coxa direita, e Adailton, com lesão no joelho direito, desfalcam o Peixe.

O Furacão, por sua vez, na última rodada, empatou por 1 a 1 em casa, no clássico contra o Coritiba, e tenta vencer pela segunda vez na Arena da Baixada (a única foi na goleada diante do Goiás, 5 a 0, pela quinta rodada) nesta competição.

O técnico Roberto Fernandes tem problemas para enfrentar o Peixe. Além de não poder contar com o volante Valencia, que cumpre suspensão, Fernandes terá mais uma vez o desfalque do atacante Júlio César, que está vetado, devido a estiramento na panturrilha esquerda, desde o clássico Atletiba.

No ataque, Pedro Oldoni, Ferreira e William brigam por uma vaga ao lado de Marcelo Ramos, que segue prestigiado com o comandante rubro-negro.

A boa notícia para o treinador e a torcida atleticana será a estréia do meia paraguaio Julio Santos. Seu nome apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na quinta-feira e ele já tem condições de ser escalado.

O jogador, de 25 anos, chegou ao clube no dia 19 de junho, após deixar o Grêmio. Fernandes, porém ainda não confirmou se irá utilizar o meia, que poderia ser uma alternativa para o caso de Ferreira ser deslocado para o ataque. O mais provável, no entanto, é que o paraguaio comece a partida no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO PR X SANTOS


Local: Estádio Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data: 5 de julho de 2008, sábado
Horário: 18h20 (horário de Brasília)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Auxiliares: Renato Miguel Vieira (DF) e Nilson Alves Carrijo (DF)

ATLÉTICO PR: Galatto; Nei, Antônio Carlos, Danilo e Márcio Azevedo; Fahel, Alan Bahia, Netinho e Ferreira; Pedro Oldoni (Júlio Santos) e Marcelo Ramos.
Técnico: Roberto Fernandes

SANTOS: Fábio Costa, Apodi, Domingos (Adoniran), Fabão e Marcelo; Adriano, Rodrigo Souto, Wesley e Kleber; Tiago Luís e Kléber Pereira
Técnico: Cuca


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo