iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/07 - 17:12

Desculpas e trabalho duro são o caminho para a volta de Diogo

Jogador foi multado pelo Sport por indisciplina e estava treinando separado

Gazeta Esportiva

De volta ao Sport depois de seis dias ausente, no polêmico episódio em que abandonou a concentração antes da partida contra o Flamengo, na última rodada, por conta de uma possível negociação com o Santos, o lateral-direito Diogo terá muito trabalho antes de poder voltar à equipe titular. É o que demonstram dirigentes e o técnico Nelsinho Baptista.

Multado em 40% de seu salários pelo presidente Milton Bivar, por indisciplina, e condenado pelo vice-presidente de futebol, Guilherme Beltrão, a treinar em separado do grupo, sua primeira atitude deverá ser a reconciliação com os colegas.

“Ele errou ao pedir para não jogar e errou mais ainda por ficar esse tempo todo sumido. Terá que conversar com todos para que possa pensar em voltar a jogar”, disse Nelsinho Baptista, amparado pelo presidente, que se mostrou satisfeito com seu retorno ao clube, nesta sexta-feira.

“Diogo fez o que devia ter feito. O mais importante nisso tudo é que ele reconheceu o que fez. Agora vai ter que dar uma satisfação ao treinador, aos colegas. E seguir a vida aqui no Sport. Se o Santos ou outro clube tiver interesse, que venha conversar conosco”, afirmou Bivar.

“Diogo vai voltar a treinar normalmente com o grupo. Quando ele volta para a equipe aí é que vou resolver ainda. E não tem previsão. Ele vai ter que trabalhar para esperar outra oportunidade”, reforçou o comandante do Leão. Diogo era titular absoluto da posição antes de abandonar o grupo.

Além de dar muitas explicações e receber multa, o lateral-direito ainda teve que aturar as brincadeiras dos colegas, que, liderados pelo atacante Carlinhos Bala, o recebeu com um cartaz com os dizeres ‘Seja bem-vindo, Fujão’.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo