iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/07 - 21:15

Branco cobra dívida e Flu perde parte da renda da final
Depois da derrota para a LDU na final da Libertadores, o Fluminense teve penhorada parte da renda de R$ 3,9 milhões da decisão de quarta-feira, no Maracanã, para pagar uma dívida trabalhista com Branco, o atual coordenador de futebol do clube.

Agência Estado

O ex-jogador da seleção brasileira chegou às Laranjeiras no fim de 2006 e deve ganhar R$ 2,8 milhões.

A decisão judicial foi expedida na última terça-feira pela 56ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Branco entrou com processo contra o Fluminense em 1997, cobrando os três meses de salário que não recebeu em 1994, quando era lateral-esquerdo do clube. "É um direito que tenho e não vão me colocar como vilão da história", disse o ex-jogador.

"Só estou cobrando o dinheiro que pertencia à CBF e foi repassado ao Fluminense para pagar meu salário (enquanto defendia a seleção brasileira)", afirmou Branco. O ex-jogador, no entanto, disse nunca ter visto a cor da grana. "Isso é apropriação indébita", declarou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo