iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/07 - 22:31

Paraná derrota o Criciúma e acaba com jejum fora de casa
Acabou o jejum de vitórias fora de casa do Paraná Clube. Depois de quase um ano sem vencer fora do Estado e desde março sem um resultado positivo fora da Vila Capanema, o time foi ao Estádio Heriberto Hulse e bateu o Criciúma por 3 a 0.

Gazeta Esportiva

Com dois jogadores a mais, a equipe paranista chegou aos 10 pontos ganhos na classificação e tira o time da zona rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro.

Precisando da vitória para deixar a zona de rebaixamento, o Tricolor começou no ataque. Aos dois minutos, Éverton chutou cruzado e ninguém alcançou. No rebote, Giuliano arriscou o cantinho, mas pela linha de fundo. Aos cinco minutos foi a vez de Gílson invadir a área e tocar à esquerda da meta. Na primeira boa chegada do Tigre, aos 10 minutos, Jael aproveitou rebote para chutar com perigo e exigir grande defesa de Gabriel.

O jogo era equilibrado, com o time da casa tocando mais a bola e os paranaenses buscando os contra-ataques. Aos 12 minutos, Éverton cruzou para o peixinho de Gílson, quem mandou para as redes. O árbitro anulou o lance e marcou impedimento. Aos 16 minutos, Everton cobrou falta na área e Agenor testou firme por cima do gol. A resposta, aos 19 minutos, Jael arriscou o chute e a bola bateu na trave antes de sair.

Os dois times tiveram boas chances de marcar o primeiro gol do jogo, mas por detalhes o placar continuava imóvel. Aos 25 minutos, Valdeir levantou bola na área, ninguém tirou, e quase o ataque catarinense chega para completar para o gol. O time da casa cresceu na partida e, aos 34 minutos, Zulu deixou para Valdeir, que bateu por cima da meta. Aos 41 minutos, Zulu mergulhou na área e tocou de cabeça para defesa de Gabriel.

Na segunda etapa, novamente o Paraná começou atacando. Aos três minutos, após cruzamento, Giuliano apareceu a área para desviar em cima da zaga e ganhar escanteio. Aos seis minutos Basílio, que já tinha o cartão amarelo, recebeu o segundo e foi expulso. Com um jogador a mais o time paranista forçou um pouco mais e abriu o placar aos 14 minutos, com Giuliano, que aproveitou chute de Rogerinho para desviar para o fundo das redes.

Para piorar a situação do Tigre, aos 19 minutos, Wescley também recebeu cartão vermelho após uma falta violenta sobre Éverton. E aproveitando a superioridade numérica, Naves recebeu na área, aos 22 minutos, e bateu cruzado, para o fundo do gol, para desespero da torcida catarinense, que protestava. Aos 29 minutos, Jael cobrou falta da entrada da área, mas acertou a barreira.

Tocando a bola, o Paraná deixava o tempo passar e esperava o espaço para ampliar a contagem. Até que aos 34 minutos, Léo levantou a boa para Clênio, que chutou forte para as redes, marcando o terceiro. Aos 37 minutos, Léo foi expulso após entrada forte e deixou o Tricolor com um jogador a menos. O time da casa tentou descontar aos 44 minutos, com cobrança de falta de Luciano Bebê, que saiu pela linha de fundo.

Na próxima rodada, depois de dois jogos fora de casa, o Paraná Clube volta para a Vila Capanema onde enfrenta na próxima terça-feira o Vila Nova, do artilheiro Túlio Maravilha. Já o Criciúma, provavelmente ainda sem o atacante Jardel, recém-contratado, enfrenta o Ceará, no Estádio Castelão, na capital Fortaleza.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo