iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/07 - 22:11

Para Denílson, projeção de Luxa para liderança só motiva Verdão
Após a vitória sobre o Náutico e a entrada na zona de classificação para a Libertadores, Wanderley Luxemburgo projetou o Palmeiras na liderança do Campeonato Brasileiro se vencesse os três próximos compromissos. A declaração, contudo, pode servir como motivação para Atlético-MG, Figueirense e São Paulo, adversários alviverdes.

Gazeta Esportiva

Esta situação, porém, não preocupa os comandados de Luxa.

“Pode ser que as outras equipes pensem dessa forma. Mas eu vejo mais como motivação para nós do que provocação e o Luxemburgo também pensa dessa forma. Jogar futebol é muito bom e estamos em um clube onde a responsabilidade é grande. Independentemente das declarações, é importante o jogador se sentir importante e estar motivado”, avaliou Denílson.

Além da previsão do chefe, o que o meia-atacante quer que o grupo foque é na atitude dentro de campo. O camisa 19 admite que a conquista do Paulista subiu à cabeça do plantel, mas revela conversas no vestiário que definiram ao elenco como ir bem no Brasileiro. A primeira delas, ocorreu após bater o Internacional por 2 a 1, na segunda rodada.

“A gente já tinha conversado depois do jogo contra o Inter, de que o espírito e a vontade eram aqueles. Fomos crescendo dentro do campeonato. O início não foi como queríamos, mas conseguimos entrar nos quatro”, comentou, admitindo que, mesmo assim, Luxemburgo teve de agir depois do lamentado empate em 1 a 1 com a Portuguesa, na partida seguinte.

“Sempre tem conversa, o Wanderley faz um balanço de todos os jogos. Mas depois do empate com a Portuguesa não foi uma bronca normal e achei importante, até porque o treinador tem a obrigação de chamar a nossa atenção. O jogador tem que ter discernimento, entender e tentar melhorar. E foi o que aconteceu. A gente tomou um puxão de orelha e recarregamos as pilhas”, comemorou.

Agora em quarto lugar, Denílson não cansa de frisar: a meta é liderar. “O nosso primeiro objetivo já foi alcançado, mais o difícil é manter até porque a disputa está sendo boa, não tem grande diferença de pontos. A gente não pode se deixar levar por entrar no grupo dos quatro e relaxar, porque seria um grande erro. O Wanderley Luxemburgo falou desde o início que o objetivo é se classificar para a Libertadores sendo campeão. Temos isso em mente”, assegurou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo