iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/07 - 08:29

Daniel Alves: "Deixo o Sevilla como sempre sonhei: pela porta da frente"
O lateral-direito brasileiro Daniel Alves declarou hoje, em sua despedida do Sevilla, que "vai embora da maneira como sempre sonhou: pela porta da frente".

EFE

Em entrevista coletiva, o jogador brasileiro se despediu, emocionado e com lágrimas, do clube no qual esteve durante cinco anos, e que agora deixa para ir ao Barcelona.

Alves expressou seu agradecimento ao Sevilla, "clube que o recebeu como menino e do qual agora se despede como pai de família".

"Eu gostaria de retornar a este clube, a minha casa, que jamais esquecerei", afirmou.

O jogador brasileiro expressou sua gratidão ao presidente do clube, José María del Nido, pela oportunidade que teve de crescer profissionalmente.

"Sou o jogador que sou hoje graças ao Sevilla. Agora passa um filme pela minha cabeça", afirmou.

Daniel Alves, que conquistou cinco títulos com o Sevilla, relembrou algumas passagens de sua estadia no clube: "A melhor imagem, sem dúvida, foi a do primeiro título, conseguido após tanto tempo. Fomos capazes de alcançá-lo, e começamos ali uma bonita história".

Sobre sua saída, Alves explicou que a "vida é feita de desafios".

"Quero buscar algo novo, esportiva e pessoalmente, e esta é uma possibilidade muito boa. Consegui aqui coisas quase impossíveis de conseguir em qualquer clube, mas há outras aspirações, como a Liga dos Campeões, que gostaria de ter conquistado aqui, mas não pude", afirmou.

Sobre suas metas no Barcelona, Daniel Alves manifestou que "será difícil conseguir o que alcançou com o Sevilla, pois cinco títulos em 15 meses é uma meta difícil para qualquer clube".

A respeito de seus novos companheiros no clube catalão, Alves disse que "ainda não conversou com o técnico Josep Guardiola, mas sim com o diretor esportivo Txiki Begiristain, que esteve no Brasil quando se encontrava com a seleção". EFE md/gs

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo