iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/07 - 18:46

A única certeza é que o Fluminense será campeão, diz Renato
Enquanto muitos técnicos preferem adotar a cautela nas entrevistas dadas antes das decisões, Renato Gaúcho tem postura totalmente contrária.

Gazeta Esportiva

Na véspera do segundo jogo da final da Copa Libertadores, o comandante do Fluminense se mostra mais confiante do que nunca no título inédito para o Tricolor Carioca.

No entanto, a missão não será tão fácil. Como para a decisão da competição o critério do gol fora de casa não é válido, a equipe precisa fazer três gols de diferença para garantir a inédita taça. Dois gols à favor do Fluminense leva a decisão para a prorrogação. Mesmo com o desafio, Renato Gaúcho crê cegamente no título.

“Amanhã a gente entra em campo para vencer. Se tiver que fazer dois gols, vamos fazer dois gols; se tiver que fazer três, faremos os três; se tiver que fazer quatro, vamos fazer quatro. A única certeza é que o Fluminense vai sair do Maracanã campeão”, disparou o comandante.

O ex-jogador ainda explicou a importância de adotar essa postura antes de cada partida, ao afirmar que não se trata de menosprezo ao adversário, e sim uma forma de passar confiança aos seus atletas. Assim, mesmo com a derrota por 4 a 2 no primeiro jogo da final e a lanterna do Campeonato Brasileiro, a possibilidade do título é total nas Laranjeiras.

“A minha confiança é a mesma em qualquer lugar. Porque eu já fui jogador e tive técnicos que não passaram a confiança no momento da decisão, e perdemos. É desta forma que eu trabalho. Não estou menosprezando ninguém, mas tenho é que incentivar meus jogadores. Eu falo sempre que vamos ser campeões mas, se por um acaso o título não vier, a gente fez tudo que podia”, disse Renato.

Campeão da competição como jogador, Renato Gaúcho mantém o pulso firme que levou a equipe a vencer adversários considerados favoritos à conquista da taça, como o São Paulo, nas quartas-de-final e o Boca Juniors, na semifinal. Por isso, completou reafirmando a confiança nos jogadores.

“Conheço muito bem os jogadores, sei da minha importância para eles e da importância deles pra mim. Por isso, volto a dizer: o que precisar fazer de gols no Maracanã para ser campão nós vamos fazer.”


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo