iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/06 - 11:03

Loew lidera a Alemanha na Euro com um espírito mais leve
Joachim Loew saiu da sombra de Juergen Klinsmann nesta Euro 2008 ao mostrar a faceta ousada de seu caráter, fazendo o time jogar de maneira mais solta.

Reuters

A Alemanha conseguiu chegar à final de domingo contra a Espanha depois que Loew quebrou o plano cautelosamente concebido depois de apenas três jogos, mudando sua formação do bem testado e confiável 4-4-2 para um 4-5-1 mais flexível.

O plano B de Lowe finalmente fez o seu capitão Michael Ballack jogar o melhor de seu futebol nas quartas-de-final, contra Portugal.

Um desempenho similar da Alemanha no domingo daria à equipe uma grande chance de conquistar o quarto título europeu de seleções, ainda que os alemães estejam rezando para que Ballack se recupere de uma lesão na panturrilha, que deixou o jogador fora dos treinos de sexta e sábado.

Se eles levantarem o troféu no estádio Ernst Happel, esta conquista seria um triunfo pessoal para Loew, um técnico de fala mansa que foi uma escolha surpreendente, feita por Klinsmann, que o tirou da obscuridade para ser seu braço-direito em 2004.

Ele havia vivido uma boa fase no Stuttgart, vencendo a Copa da Alemanha e chegando à final da Copa dos Campeões de Copas da Europa, mas era um nome com apenas algum apelo doméstico, se tanto.

A escolha provou-se bem sucedida. Loew tomava conta dos treinamentos enquanto Klinsmann fazia os discursos motivacionais, e ele era o único candidato a assumir o cargo de treinador depois de seu superior pedir demissão ao conquistar o terceiro lugar na Copa de 2006.

A grande questão era se ele conseguiria fazer a diferença não na tática e na escolha dos jogadores, mas em motivação e liderança.

Os alemães não precisaram se preocupar.

Sob o comando de Loew, o time se classificou para Euro 2008 facilmente e se vencer a Espanha na final de domingo, ele poderá comemorar o sucesso em um torneio importante logo em sua primeira tentativa.

'Eu acho que temos sido bem consistentes nos últimos dois anos', disse Loew nesta semana. 'Agora é hora de manter os pés dos jogadores no chão.'

Espanha e Alemanha decidem o título da Europa neste domingo, às 15h45 (horário de Brasília).

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo