iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/06 - 20:57

Geninho critica atuação e defende Carlos Alberto
Mesmo diante de uma equipe reserva do Fluminense, o Botafogo não saiu de um 0 a 0 no clássico deste domingo e segue próximo da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva

Insatisfeito com a atuação de seu time, o técnico Geninho ressaltou a dificuldade da transição no comando com o fim da “Era Cuca” no Glorioso. “Hoje tivemos muitas dificuldades, chegamos a começar bem, tendo liberdade pelas laterais, mas não conseguimos evoluir. Foi um dia muito ruim”, criticou o treinador. “Sabia que enfrentaria dificuldades para implantar uma nova maneira de comando. Qualquer um que substituísse o Cuca enfrentaria isso. Ele mesmo está vendo isso no Santos”, completou.

Geninho ressaltou que, apesar da posição incômoda na tabela, o Bota vinha tendo atuações razoáveis até o clássico diante do Flu. “O time até vinha apresentando um bom futebol em alguns momentos, mas hoje houve um apagão geral”, apontou, minimizando o fato de o arqui-rival não ter usado os titulares. “Independente de ser reserva, era o Fluminense”.

Além de criticar a atuação da equipe, o comandante do Glorioso não gostou das vaias da torcida alvinegra direcionadas ao meia Carlos Alberto, que pouco produziu. “Todos marcam, lutam, não acho justo que a pressão fique só em um jogador, independente de ser o Carlos”, afirmou. “Ele é um jogador que chama o jogo, e assim corre o risco de perder mais bolas”, concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo