iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/06 - 10:18

Rússia se despede com sensação de dever cumprido
Os jogadores da Rússia se mostraram conformados após a derrota por 3 a 0 para a Espanha, nesta quinta-feira, na semifinal da Eurocopa

Gazeta Esportiva

Capitão da equipe do técnico Guus Hiddink, Sergei Semak admitiu a superioridade da Fúria , que já havia goleado o rival por 4 a 1 na estréia das duas seleções no torneio.

“Foi um jogo disputado até o primeiro gol, mas infelizmente não fomos nós que o marcamos', lamentou o jogador do Rubin Kazan, para quem a Espanha ganhou com “inteira justiça”. “O primeiro tento decidiu o rumo da partida e, depois, os espanhóis limitaram-se a controlar muito bem a posse de bola. Tentamos pressionar, mas eles conseguiam encontrar sempre espaços para desenvolver o seu jogo, conseguindo marcar mais dois gols', analisou.

Yuri Zhirkov seguiu linha parecida à do capitão da equipe e também não gostou da atuação da Rússia. “Cometemos alguns erros na defesa e nos confundimos várias vezes em relação a quem marcava quem. A Espanha esteve muito bem nessa movimentação ofensiva. Eram mais fortes e provaram isso. Desejo-lhes boa sorte para a final', comentou o lateral-esquerdo.

Já para o goleiro Igor Akinfeev, chegar às semifinais já foi um feito para os russos. 'Só tivemos uma oportunidade clara de gol, o que não é suficiente para um jogo desta importância. É difícil compreender o que se passou. As medalhas de bronze que nos mostraram são o limite. Não podíamos desejar mais do que isso. Fomos derrotados sem margem para dúvidas', concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo