iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/06 - 14:09

Presidente do São Paulo garante permanência de Muricy

Treinador recebeu uma proposta do futebol do Catar

Agência Estado

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, garantiu, durante cerimônia de homenagem à conquista da Copa do Mundo de 1958, no Salão Nobre do Morumbi, que o técnico Muricy Ramalho fica na equipe, apesar da proposta de um time do Catar. O Al-Saad teria oferecido R$ 5 milhões por ano ao treinador.

"Eu nem sabia disso [proposta por Muricy], e vi apenas pelos jornais. Mas quero afirmar que o Muricy não vai sair do São Paulo. Primeiro porque não queremos; segundo porque é um cara sério; terceiro porque é um cara inteligente, e quarto porque a diretoria é inteligente", disse, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

O dirigente são-paulino aproveitou para indicar Muricy para a seleção brasileira. "É um técnico que um dia deverá servir a seleção brasileira, porque jogou muito futebol, é da área, jogou no exterior, tem aquele conhecimento do futebol do mundo, ainda é jovem, dirige um grande time. Ele tem todos os gabaritos para assumir a seleção."

Apesar de dizer que Muricy Ramalho não sai, Juvenal confessou que seria interessante ver o treinador de sua equipe no comando da seleção brasileira. "Eu acho que a gente liberaria apenas se ele fosse técnico da seleção brasileira e faria isso juntamente com o cargo no São Paulo", afirmou.

Ao ser perguntado sobre as possíveis vindas dos argentinos D'Alessandro, do San Lorenzo, e Pablo Aimar, do Zaragoza, Juvenal negou qualquer acerto. "É muito falado [interesse nos jogadores], e eu cheguei a pensar na possibilidade, mas não acredito que venha ninguém."


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo