iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/06 - 00:38

Veiga credita empate à arbitragem; Mano contesta
O técnico Marcelo Veiga culpou o árbitro Claudinei Forati Silva pelo empate por 1 a 1 alcançado pelo Corinthians contra o Bragantino, nesta quarta-feira, em Ribeirão Preto. Na partida, o zagueiro Chicão marcou o gol dos paulistanos em cobrança de pênalti e o volante Moradei foi expulso.

Gazeta Esportiva

“A expulsão nos prejudicou. Tivemos que jogar no erro do Corinthians e no da arbitragem. Eles têm time para ganhar sem serem favorecidos, o que ocorreu”, protestou Veiga, que discutiu com o árbitro durante o jogo. “Pedi que ele apitasse direito. Eu tinha que fazer o meu trabalho e ele, o dele.”

Já o técnico Mano Menezes tentou manter a postura de não analisar a atuação da arbitragem. Ele não gostou de ser chamado de “chorão” por alguns críticos após protestar na final da Copa do Brasil. “Sobre o árbitro, peço para não falar, por favor. Acho que já falei muito”, desculpou-se.

Quando soube das críticas de Veiga, no entanto, Mano não se conteve. “Não sei à qual erro ele está se referindo. A expulsão do Moradei até saiu barata pelo número de reclamações do Bragantino, com jogadores dando peitaço no árbitro”, esbravejou o corintiano, preferindo não comentar o lance do pênalti.

Na jogada, Da Silva agarrou Acosta dentro da área. “Não vi pela televisão. De onde eu estava, estaria chutando se falasse se foi ou não pênalti. Mas, se o árbitro marcou, há grandes chances de ter sido. Podem ter certeza disso. Foi apenas o terceiro pênalti a nosso favor na temporada”, ironizou Mano Menezes.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo