iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/06 - 01:26

Só dois times do Brasil reverteram derrota na ida da final na Libertadores

As estatísticas da Copa Libertadores não são favoráveis aos clubes brasileiros quando se trata de reverter uma derrota na ida das finais da competição, pois apenas duas equipes do país conseguiram o título nesta situação

EFE

Na edição de 1992, o São Paulo perdeu por 1 a 0 a primeira partida para o Newell's Old Boys na Argentina, mas conseguiu vencer pelo mesmo placar no Morumbi. O jogo foi para os pênaltis por 3 a 2 e time paulista ficou com a taça.

O Palmeiras conquistou seu primeiro título na Libertadores de forma semelhante. A equipe treinada por Luiz Felipe Scolari perdeu por 1 a 0 para o América de Cali, na Colômbia, mas fez 2 a 1 no Palestra Itália. Nos pênaltis, o goleiro Marcos brilhou e a equipe venceu por 4 a 3.

No entanto, em outras cinco oportunidades os times brasileiros começaram perdendo para adversários estrangeiros e não conseguiram se recuperar.

O Palmeiras perdeu a ida para o Peñarol por 1 a 0, no Uruguai, em 1961. Na volta, jogando em São Paulo, não conseguiu mais que um empate em 1 a 1.

Sete anos mais tarde, o mesmo Palmeiras perdeu para o Estudiantes por 2 a 1 na Argentina. Na volta, a equipe brasileira venceu por 3 a 1, o que forçou o jogo de desempate, segundo o regulamento da época.

Na terceira partida, o time de La Plata venceu por 2 a 0 e ficou com o título.

Na Libertadores de 1977, o Boca Juniors venceu o Cruzeiro por 1 a 0, em Buenos Aires. Na volta, em Belo Horizonte, o time mineiro devolveu o placar. No jogo de desempate, os argentinos venceram nos pênaltis por 5 a 4, após um 0 a 0 no tempo normal.

Campeão em 1983, o Grêmio chegou perto do bicampeonato no ano seguinte, mas perdeu a primeira partida para o Independiente por 1 a 0 em Porto Alegre. Na volta, os argentinos seguraram um empate sem gols e garantiram a taça.

Já em 2003, o Boca venceu o Santos no estádio de La Bombonera por 2 a 0. O time da Vila Belmiro, que contava com Diego e Robinho, perdeu a volta por 3 a 1.

O Fluminense, no entanto, conta com um retrospecto positivo na edição de 2008 da Libertadores. Nas quartas-de-final, perdeu para o São Paulo por 1 a 0, no Morumbi, mas venceu por 3 a 1 no jogo do Macaranã.

Nas semifinais, o empate em 2 a 2 em Buenos Aires contra o Boca Juniors complicou a situação do Fluminense, mas o time carioca venceu por 3 a 1 no Rio de Janeiro.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo