iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/06 - 14:30

Flamengo minimiza desinteresse do Sport
O Flamengo deu seqüência nesta quarta-feira à sua preparação para a partida deste domingo, às 16 horas, contra o Sport. O compromisso acontece na Ilha do Retiro, em Recife, e é válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva

Com 16 pontos, o time carioca precisa de um triunfo para se manter na liderança da tabela. O fato de o rival já estar garantido na próxima Copa Libertadores – por ter conquistado a Copa do Brasil – pode fazer com que exista um desinteresse no Brasileirão. Tanto que, depois do título, o Sport jogou duas vezes e foi superado por Figueirense (3 a 1) e São Paulo (1 a 0).

O fato, porém, foi minimizado pelo técnico Caio Júnior e pelos atletas rubro-negros. “O Flamengo está preocupado com a sua própria forma de atuar. Espero muitas dificuldades contra o Sport, que tem um excelente time e é muito forte dentro de casa”, disse Caio Júnior, que não se engana com os tropeços recentes dos rivais pernambucanos.

“A derrota contra o São Paulo, por exemplo, foi fruto de um gol já nos acréscimos. Por isso, não significa nada, a não ser o fato de o Sport ter dado muito trabalho no Morumbi. Com certeza será uma partida muito complicada para o Flamengo” acrescentou o treinador.

Um dos líderes do atual elenco, o lateral-direito Leonardo Moura lembrou que o fato de o Flamengo ser um dos líderes do Campeonato Brasileiro faz com que todos os times joguem ainda melhor contra o Rubro-negro carioca.

“Contra o Ipatinga, nós conseguimos vencer fora de casa, e quem olha o placar por 3 a 1 até acredita que foi um jogo muito fácil. Mas penamos muito para conseguirmos um triunfo lá, justamente porque o Ipatinga vendeu caro a derrota. Só conseguimos sacramentar o resultado nos minutos finais, com o gol do Kléberson”, disse o jogador, que projeta nova dificuldade na Ilha do Retiro.

“Contra o Sport, as dificuldades serão ainda maiores, até porque eles estão motivados pela conquista do título da Copa do Brasil, e este jogo marcará o reencontro do time campeão com a sua torcida. Mas temos que jogar com inteligência, sabendo a hora certa de atacar”, acrescentou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo