iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/06 - 10:22

Marcos Senna ainda não sabe se enfrentará Rússia pela semifinal da Eurocopa
O volante brasileiro naturalizado espanhol Marcos Senna mostrou dúvidas quanto a seu estado físico para a partida de quinta-feira, entre a seleção da Espanha e a Rússia, pela semifinal da Eurocopa, e disse que "se não estiver 100%, prefere dar lugar a outro companheiro"

EFE

Apesar de afirmar em entrevista coletiva que não sofre de nenhuma lesão, o volante não se mostrou confiante em sua forma física para atuar na próxima partida.

"Quero o melhor para a seleção. Caso esteja 100% bem, com certeza vou querer atuar; mas caso não esteja, que jogue outro companheiro que possa fazer o máximo pela Espanha", afirmou o jogador, principal dúvida do técnico Luis Aragonés para a partida, e que poderá dar lugar a Xabi Alonso.

Senna foi muito elogiado na vitória nos pênaltis da Espanha sobre a Itália, pelas quartas-de-final da Euro 2008, e lembrou sua confiança para cobrar e converter a penalidade durante a disputa, apesar do cansaço acumulado.

"A verdade é que sentia muito desgaste físico, como era normal, mas superei e estava bem para cobrar o pênalti", reconheceu.

O bom futebol apresentado por ele na Eurocopa, principalmente na partida das quartas-de-final, levantou rumores sobre equipes interessadas em sua contratação, sendo o mais recente envolvendo a Juventus, da Itália.

"Fico feliz com o interesse da Juve, pois é uma grande equipe", afirmou.

Sobre a Rússia, adversária da Espanha nas semifinais, o volante elogiou o meia-atacante rival Andrei Arshavin. "Todos viram o que ele fez com a Holanda", disse, se referindo à atuação do jogador na vitória russa sobre os holandeses por 3 a 1, na prorrogação, após empate em 1 a 1 no tempo normal, pelas quartas-de-final da competição.

Marcos Senna alertou ainda que a partida das semifinais não terá nada a ver com o confronto da estréia das duas equipes na competição, no qual a Espanha goleou os russos por 4 a 1.

"Hoje assistiremos a vídeos. A Rússia não é só Arshavin, é preciso levar em conta o resto da equipe, porque sabemos que será outro jogo. Estamos preparados", assegurou.

O bom estado físico da Rússia e a recuperação dos titulares da Espanha são as preocupações do técnico Luis Aragonés. Desde o fim da disputa de pênaltis contra a Itália, os espanhóis que começaram jogando naquela partida não treinaram.

O técnico espanhol analisará as condições físicas dos jogadores antes das 18h no horário local (13h de Brasília) quando a Espanha volta a treinar na concentração de Neustift. Acredita-se que Aragonés possa inclusive promover alterações táticas na equipe, com a escalação de um único atacante.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo