iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/06 - 13:21

Técnico da Espanha diz: "Casillas é nota dez em tudo"
O técnico da Espanha, Luis Aragonés, elogiou hoje em entrevista coletiva o goleiro Iker Casillas - que defendeu dois pênaltis na partida de domingo contra a Itália pelas quartas-de-final da Eurocopa, em Viena, e garantiu sua equipe nas semifinais do torneio

EFE

"Casillas mostrou que é nota dez em tudo, como goleiro, como capitão e em seu comportamento. Tem apenas 27 anos, portanto imaginem o que ele ainda poderá se tornar. É um fenômeno", declarou o técnico.

Aragonés também não poupou elogios ao volante brasileiro naturalizado espanhol Marcos Senna. "Ele se adaptou. Sabia que poderia atuar muito bem à frente da linha de defesa. É um jogador que melhora de rendimento durante as partidas", declarou o treinador.

O comandante da Espanha também disse ter consolado o atacante Daniel Güiza, único espanhol que errou sua cobrança contra a Itália.

"Lamentei o pênalti perdido por Güiza, pois, mesmo depois da vitória, ele estava bastante triste. Falamos com ele para que esquecesse. Escolhi batedores que dificilmente erram", declarou.

Sobre o outro herói da Espanha na partida em Viena, o meia Cesc Fábregas, que converteu o pênalti que classificou a equipe para as semifinais, Aragonés comentou que "será um craque, tem passe e lançamento impressionantes, mas precisa melhorar a parte defensiva".

Além disso, ele falou da Rússia, o rival da Espanha nas semifinais: "Será um jogo complicado e difícil, mas vamos continuar pensando positivo para chegar à final".

"A Rússia não melhorou apenas por causa do meia-atacante Andrei Arshavin, que sem dúvida melhora qualquer coisa. A equipe cresceu jogo após jogo e foi muito bem contra a Holanda", disse.

"Surpreender Hiddink será difícil. É uma equipe que gosta de atacar, por isto teremos que pressionar no meio campo, sair no contra-ataque e diminuir os espaços", explicou Aragonés.

O treinador deixou bem claro que não continuará no comando da seleção mesmo que conquiste o título da Eurocopa.

"Estou orgulhoso de que os resultados tenham sido bons, de ter deixado uma equipe lutadora e que cria um ambiente formidável. Tudo isso contará em meu currículo. Não me envolverei em renovação de contrato. Acabou e ponto", concluiu.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo