iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/06 - 11:31

Scolari desmente supostas declarações sobre futuro de Cristiano Ronaldo
O técnico da seleção de Portugal, Luiz Felipe Scolari, negou hoje as declarações atribuídas a ele por um jornal britânico, nas quais supostamente teria dito que o Manchester United não poderia fazer mal ao atacante Cristiano Ronaldo, cuja transferência para o Real Madrid vem sendo especulada

EFE

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulgou um comunicado desmentindo as supostas declarações do futuro técnico do Chelsea ao jornal inglês "The People", que qualifica de "invenções".

Segundo o jornal, Scolari assegurou que o Manchester não poderá quebrar a vontade de Cristiano Ronaldo, pois o atacante português é o "jogador mais forte do mundo do futebol".

"Ele é tão forte mentalmente, e tem tamanho controle sobre seu próprio destino, que o Manchester United não poderá fazer nada para lhe prejudicar", publicou o jornal inglês, que mostra um Scolari seguro de que Cristiano Ronaldo poderá "realizar seu sonho (de jogar no Real Madrid) apesar das dificuldades".

Scolari teria dito, segundo o jornal, que "as pessoas deveriam saber que o atacante português se torna mais forte a cada dificuldade, e a cada mentira que se conta sobre ele", e por isso a "incerteza sobre seu futuro não lhe afeta".

"Luiz Felipe Scolari lamenta que seu nome seja utilizado de forma especulativa e mentirosa", detalha o comunicado, que desmente "antecipadamente qualquer alegada declaração que lhe relacione ao assunto Cristiano Ronaldo, sem que sua autenticidade seja claramente comprovada".

A FPF assinala que o técnico "não teve nenhum tipo de contato com os meios de comunicação desde a conclusão da partida entre Portugal e Alemanha", pela Eurocopa.

O futuro técnico do Chelsea disse há poucos dias que "os trens passam uma vez na vida", em referência a uma hipotética transferência de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid.

Scolari encerrou na Eurocopa seu período de cinco anos e meio à frente da seleção de Portugal, no qual conseguiu levar a equipe à final da Eurocopa de 2004 e às semifinais do Mundial de 2006.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo