iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/06 - 18:04

'Rei do Rio', Palmeiras vence a primeira fora diante do Vasco
Os ares do Rio de Janeiro parecem mesmo fazer bem ao Palmeiras. Sem perder na Cidade Maravilhosa desde outubro de 2006, os paulistas foram à capital carioca neste domingo e voltam para casa com a primeira vitória fora do Palestra Itália

Gazeta Esportiva

A vítima foi o Vasco, em São Januário: 2 a 0.

O triunfo, segundo consecutivo dos comandados de Wanderley Luxemburgo neste Campeonato Brasileiro, deixa o time momentaneamente na zona de classificação da Libertadores. A quarta colocação, com 13 pontos, entretanto, depende de uma derrota do Náutico ainda neste domingo, contra o Atlético-MG. Os vascaínos, por sua vez, fica em 12º, com oito pontos, e sem vencer há três jogos.

No duelo deste domingo, o Palmeiras foi pressionado no início, mas conseguiu ocupar espaços no toque de bola e abriu o placar aos 36 minutos, em cabeçada de Alex Mineiro após cruzamento preciso de Elder Granja. No segundo tempo, os donos da casa voltaram a rondar o gol de Marcos, mas o confronto foi definido com um golaço de Kléber aos 29 minutos.

O jogo – O Vasco iniciou o duelo tentando impor a sua condição de mandante. Marcando a saída de bola palmeirense e atacando em bloco, a equipe carioca não deixava o adversário respirar e obrigou Marcos a fazer linda defesa aos três minutos, quando Jean, principal homem cruzmaltino na “blitz”, “dançou” na frente de Leandro e chutou no canto esquerdo.

Acuado, o campeão paulista só subiu ao ataque com sete minutos de bola rolando. Por ordem de Luxemburgo, os quatro meio-campistas tentavam ocupar a intermediária trocando passes para abrir espaços na zaga vascaína. Contudo, faltava objetividade para chegar ao gol de Roberto. E o time da Colina continuava tomando as rédeas do jogo.

A superioridade dos donos da casa, entretanto, terminou após lance individual que Pablo bateu por cima aos 11 minutos. Pouco depois, o Verdão finalmente acordou. Martinez puxou jogada do meio-campo, a defesa alvinegra deu espaço e o camisa 11 bateu forte, com efeito, tirando tinta do travessão de Roberto, que ficou paralisado torcendo para a bola sair. Um lance que ensinou aos comandados de Luxa o caminho para abrir o placar.

As subidas do Vasco deixavam a intermediária aberta para o meio-campo de Luxa trabalhar, tocando a bola à espera da passagem de seus laterais. Os momentos de maior susto em Roberto não aconteciam, mas o Palmeiras passou a tomar conta do jogo. Aos 18 minutos, novo perigo. Em cobrança de Elder Granja na lateral, Diego Souza desviou de cabeça e Roberto fez ótima defesa, fazendo a bola rebater na trave antes de sair.

Assustados, os cruzmaltinos só responderam em contra-ataque, mesmo estando dentro de casa. Leandro Amaral, até então apagado no jogo, cruzou para Vinicius desviar por cima de Marcos. Mais incisivo, os paulistas protagonizaram outro susto à torcida em São Januário com descida de Kléber pela linha de fundo que Alex Mineiro não conseguiu escorar nas redes.

Depois dos dois momentos de movimentação, o ritmo do jogo diminuiu, e o Vasco tentava retomar presença no campo ofensivo. Mas esqueceu de sua defesa e foi punido. Aos 36 minutos, Elder Granja dominou a bola na lateral sem ser incomodado por Pablo e teve tranqüilidade para cruzar na cabeça de Alex Mineiro, que não perdoou para fazer 1 a 0.

Os donos da casa sentiram o baque e a esperança ficava por um melhor ânimo no segundo tempo. Para isso, Antônio Lopes jogou o time à frente com a entrada de Alan Kardec. E a postura deu resultado rapidamente. Aos dois minutos, Marcos voltava a trabalhar bem em chute de Leandro Amaral dentro da área, e repetiu a eficiência debaixo das traves em arremate de Jean.

O panorama era o mesmo da primeira etapa. O Palmeiras só assustou em cabeçada de Gustavo em cobrança de escanteio, mas pouco depois, aos nove minutos, o time só não sofreu o empate porque Elder Granja estava em cima da linha na cabeçada de Anderson Santana.

A pressão vascaína era cada vez maior. Os comandados de Antônio Lopes tinham espaço para trabalhar a bola e bater da entrada da área palmeirense. Jonílson era um dos mais acionados, mas não acertava nas finalizações. Porém, quando o empate parecia próximo, o Verdão “matou” o jogo com um golaço. Aos 29 minutos, Kléber recebeu dentro da área, aplicou um lindo drible em Eduardo Luiz e chutou no ângulo de Roberto.

Era o último ato da primeira vitória palmeirense longe do Palestra Itália. Nem mesmo a entrada do atacante Alex Teixeira deu ao Vasco o ímpeto que poderia fazer com que os mandantes sonhassem em reverter o placar.

Finalmente com um bom resultado fora de casa, o Palmeiras buscará às 18h20 do próximo domingo manter o aproveitamento de 100% dos pontos sob seus domínios em duelo direto por uma vaga no G-4 contra o Náutico. Já o Vasco tenta vencer pela primeira vez depois de três jogos recebendo o caçula Ipatinga no sábado, às 18h20, em São Januário.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo