iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/06 - 20:28

Náutico vence Atlético-MG e segue na zona da Libertadores

O Náutico venceu o Atlético-MG na tarde-noite deste domingo e chegou à sua quarta vitória em sete jogos no Brasileirão. O bom início dá ao Timbu 14 pontos e o quarto lugar na classificação, posição que dá direito a uma vaga na Libertadores 

Gazeta Esportiva

Já o Galo continua com nove pontos e cai para a décima posição.

A partida começou melhor para o Náutico, que partiu para o ataque desde o início. Com um passe deficiente, o Atlético-MG encontrava grandes dificuldades em sair para o jogo. Mesmo assim, a equipe pernambucana não conseguia encontrar o espaço necessário para criar chances de gol.

O Timbu tentava abrir o jogo para as pontas, mas tinha problemas pelo lado esquerdo. Zagueiro de ofício, Everaldo não foi bem ofensivamente como lateral. Pela direita, Warley e Ruy eram opções interessantes. O atacante fez excelente jogada individual pelo setor aos 25 minutos, mas preferiu cavar o pênalti, não marcado pelo árbitro.

Aos 31, o time da casa voltou a levar perigo. Ticão fez bonita tabela com Geraldo e invadiu a área, mas finalizou por cima do gol. O domínio territorial alvirrubro deixou Alexandre Gallo bastante preocupado. Aos 36, o treinador atleticano abriu mão de seu esquema de três zagueiros e colocou o atacante Marinho no lugar de Leandro Almeida, que já estava amarelado.

No entanto, o gol do Náutico acabou saindo logo na seqüência, aos 41 minutos. Geraldo disparou um chute forte que Juninho espalmou para cima. No rebote, o goleiro foi atropelado por Warley no ar e o atacante empurrou para as redes. Apesar das reclamações alvinegras, o juiz catarinense Célio Amorim confirmou o gol.

Atrás no marcador, o Atlético-MG procurou sair mais para a partida, o que foi possível até pela alteração tática. Aos 45, o time teve seu único lance de perigo no primeiro tempo. Petkovic cobrou escanteio com curva e Eduardo teve que socar a bola já em cima da linha para evitar o gol olímpico.

O crescimento do Galo continuou depois do intervalo. O segundo tempo começou equilibrado, com o clube mineiro buscando mais o ataque. A recompensa veio aos 14 minutos. Petkovic cobrou escanteio e o zagueiro Vinícius cabeceou com firmeza para empatar o jogo.

O gol fez com que a partida ficasse aberta, com os dois times criando boas chances de gol. Warley, de cabeça, e Petkovic, de falta, foram os que mais levaram perigo. Até que, aos 31 minutos, o Náutico chegou a seu segundo gol. Helton cobrou falta da direita e Wellington cabeceou para o chão, sem chances para Juninho, que escorregou no lance.

Com o resultado favorável, coube ao Náutico administrar a partida durante os quinze minutos finais. A tarefa não foi difícil, pois o ímpeto atleticano já não era tão forte quanto antes, talvez por cansaço físico. O time mineiro tentava jogadas em ligação direta e não conseguiu mais ameaçar o adversário.

Agora o Náutico terá de sair de Pernambuco na seqüência do Brasileirão. No próximo domingo, enfrenta o Palmeiras, no estádio Palestra Itália. O Atlético-MG também joga fora de casa. Fará mais uma longuíssima viagem, desta vez para Florianópolis, onde mede forças com o Figueirense.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo