iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/06 - 15:39

Evo Morales: "Sou presidente graças ao futebol"
O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou hoje que sua chegada ao cargo máximo de seu país se deve em parte à paixão pelo futebol

EFE

Morales disse que, aos 16 anos, foi técnico da seleção de Orinoca.

"Tentei, inventei algumas táticas, como a triangulação, já que não tinha nenhuma formação, só a vontade de jogar futebol", disse.

O presidente da Bolívia afirmou que começou a ficar mais conhecido neste momento. Em seguida, iniciou sua trajetória em um sindicato, no qual seu primeiro cargo foi o de secretário de Esportes.

"Aí começa minha trajetória sindical e política, até chegar à Presidência. Às vezes, digo que não é só a defesa da folha de coca, mas, desde que comecei, é o futebol que me levou até a Presidência", comentou Morales, para quem o esporte é um fator de integração e de unidade na Bolívia.

"Eu diria inclusive que sou presidente graças ao futebol", disse.

Em entrevista publicada hoje pelo jornal "El Mercurio", de Santiago, Morales afirmou que queria "morrer lutando pelos direitos dos povos, mas se não tivesse essa oportunidade, queria morrer jogando futebol".

Além disso, o presidente da Bolívia disse admirar Pelé, Maradona e, mais recentemente, Ronaldinho Gaúcho e admitiu que na Libertadores, quando não há times bolivianos, torce pelo Boca Juniors e nas Copas do Mundo apóia o Brasil.

"Perdoem-me, mas somos fanáticos pelo esporte e é preciso escolher alguma equipe para apoiar permanentemente, seja na Copa Libertadores ou no Mundial, para que represente a América Latina", concluiu Morales. 

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo