iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/06 - 18:14

Depois de palestra de Popó, Vitória vence o Inter
Depois do incentivo do boxeador Popó, que deu palestra aos jogadores do Vitória antes da partida, o time de Vagner Mancini recebeu no Barradão, neste domingo, o time do Internacional, pelo Campeonato Brasileiro e venceu os gaúchos por 2 a 1

Gazeta Esportiva

O lutador contou para os atletas suas dificuldades durante a vida e como fez para superá-las, o que parece ter surtido efeito nos atletas baianos, que fizeram os dois gols logo na primeira etapa.

Com o resultado, o time de Tite continua próximo à zona de rebaixamento com sete pontos, enquanto os baianos agora somam 11 pontos na competição.

A partida começou com o Inter se lançando ao ataque e criando as melhores oportunidades. Logo aos três minutos, Nilmar recebeu bom lançamento na entrada da área, mas acabou desarmado pela defesa baiana. Dois minutos depois, o mesmo atacante recebeu a bola de Alex, que fez boa jogada pela esquerda, mas acabou chutando para fora.

A equipe gaúcha voltou a assustar a torcida do Vitória aos 14 minutos, em lance que Nilmar tocou para Gil, e o atacante chutou de primeira com muito perigo, mas a bola apenas passou por cima do gol.

Depois de começar pressionando os baianos, aos 17 minutos do primeiro tempo o Inter perdeu a bola no campo de ataque e a defesa do Vitória deu um chutão. Dinei escorou de cabeça para Marquinhos, que entrou na área e abriu o placar na saída de Clêmer.

A partir daí, não foram criadas chances claras de gol, mas ambos os times tentavam ir para cima do adversário. Dinei, de cabeça, quase ampliou aos 25 minutos, mas a bola foi para fora. A resposta colorada foi rápida, também de cabeça, com Gil, que errou o alvo por pouco.

O Vitória conseguiu chegar ao segundo gol, quando, em mais um chutão da defesa do time de Vagner Mancini, a bola foi novamente escorada de cabeça por Dinei, desta vez para Willians, que chegou antes do goleiro Clêmer e mandou para as redes.

Ainda na primeira etapa, Nilmar quase marcou por duas vezes. Aos 42 minutos, o atacante recebeu belo passe de Gil, driblou o goleiro e tocou para o gol, mas Anderson Martins conseguiu salvar o time da casa, desviando a bola para fora. Logo depois, aos 44, o atacante colorado chutou forte e a bola ainda acertou rede pelo lado de fora.

De volta para o segundo tempo, com apenas dois minutos de jogo, o Internacional tentou surpreender o goleiro Ney, com Alex, que arriscou de muito longe, obrigando o arqueiro a se esticar para fazer a defesa.

Sem conseguir diminuir a vantagem, o Inter também não conseguiu mais pressionar os rivais, tendo dificuldades para criar jogadas de ataque. Por outro lado, o Vitória também não ameaçava o gol colorado.

O jogo prosseguia sem grandes emoções até que, aos 22 minutos, Taison, que havia entrado no lugar de Edinho, fez boa jogada e tocou para Marcão, que cruzou para Nilmar marcar de cabeça, se antecipando ao goleiro do Vitória.

Com a entrada de Taison, a equipe do Internacional passou a controlar a posse de bola, ditando o ritmo do jogo. O Vitória se defendia e esperava o contra-ataque, até a substituição feita por Vagner Mancini, que tirou Dinei e colocou Marco Antônio, voltou a equilibrar a partida. Mas depois do gol do time gaúcho, as chances ficaram escassas para os dois lados.

Sem conseguir criar chances para empatar a partida, o Inter viu o Vitória administrar o resultado e se defender bem, tendo ainda duas ótimas chances para liquidar a partida, aos 45 e aos 47 minutos de jogo, com Marquinhos e Ricardinho, respectivamente, que acertaram a trave colorada.

Na próxima rodada, o time de Tite, que perdeu a quarta no nacional, busca a recuperação no clássico Gre-Nal, no estádio Olímpico. Enquanto isso, o Vitória recebe o Goiás em sua casa.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo