iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/06 - 19:08

Rússia joga bem e derrota favorita Holanda nas quartas da Eurocopa
Apresentando um futebol ofensivo, a Rússia surpreendeu a Holanda e venceu por 3 a 1 a partida válida pelas quartas-de-final da Eurocopa de 2008, no estádio St. Jakob-Park da Basiléia.

EFE

A derrota eliminou os holandeses, que tiveram um aproveitamento de 100% na primeira fase.

No entanto, a Holanda será representada na semifinal da Eurocopa pelo técnico da Rússia, Guus Hiddink, que é holandês.

Os comandados de Marco van Basten entraram em campo com uma faixa preta na camisa, numa homenagem à filha do zagueiro Khalid Boulharouz, que morreu na última quinta-feira de parto prematuro.

Apesar do favoritismo da Holanda, os russos começaram melhor na partida. Logo aos sete minutos, o atacante Roman Pavlyuchenko mostrou seu cartão de visitas e cabeceou uma bola que passou perto do travessão.

Os holandeses jogaram muito recuados na primeira etapa e só aos 25 minutos conseguiram levar perigo ao gol de Igor Akinfeev, quando um chute de Orlando Engelaar passou perto da trave.

No entanto, a Rússia voltou a ameaçar aos 31, quando Andrei Arshavin, craque do time, chutou colocado e van der Sar espalmou. Na seqüência, Denis Kolodin chutou forte e o goleiro holandês fez outra defesa difícil.

A superioridade da Rússia surtiu efeito aos 12 minutos do segundo tempo, quando Sergei Semak fez uma jogada pela esquerda e cruzou para o meio da área. Pavlyuchenko se antecipou à marcação e abriu o placar.

Faltando dez minutos para o fim do tempo normal, a Holanda passou a pressionar e, aos 40, conseguiu o empate. O meia Wesley Sneijder cobrou uma falta perto da área e o atacante Ruud van Nisterooy fez seu segundo gol na Eurocopa.

Na prorrogação, a Rússia voltou a mandar no jogo e Pavlyuchenko quase fez o seu segundo aos sete minutos, quando acertou o travessão.

Na seqüência, Arshavin fez uma ótima jogada pela direita e tocou para Dmitri Torbinski, que chutou fraco em cima de van der Sar.

A Holanda tinha dificuldades para encaixar contra-ataques e errava muitos passes.

A ineficiência da equipe de van Basten foi castigada aos oito minutos do segundo tempo da prorrogação, quando Arshavin cruzou para Torbinksi, que desta vez mandou para o fundo da rede.

Os holandeses sentiram o golpe e a Rússia fez o terceiro aos 11 minutos. Arshavin, grande nome da partida, recebeu na pequena área e tocou entre as pernas de van der Sar.

A derrota marcou a despedida de van Basten do comando da Holanda.

O treinador vai assumir o Ajax após a Eurocopa.

Já os russos voltarão a campo na próxima quinta no estádio Ernst Happel de Viena, para enfrentar o vencedor de Espanha e Itália por uma vaga na decisão da Eurocopa.

Ficha técnica

Holanda: van der Sar; Boulahrouz (Heitinga, aos nove minutos do segundo tempo), Ooijer, Mathijsen e van Bronckhorst; de Jong, Engelaar (Afellay, aos 17 min do segundo tempo), Kuyt (van Persie, no intervalo), van der Vaart e Sneijder; van Nistelrooy. Técnico: Marco van Basten.

Rússia: Akinkeev; Anyukov, Ignashevich, Kolodin e Zhirkov; Semak, Zyrianov, Semshov (Bilyaletdinov, aos 24 min do segundo tempo) e Saenko (Torbinski, aos 36 min do segundo tempo); Arshavin e Pavlyuchenko (Sychev, aos dez min do segundo tempo da prorrogação).

Cartões amarelos: Boulahrouz, van Persie, van der Vaart, Kolodin, Zhirkov e Torbinski.

Árbitro: Michel Lubos (ESL), auxiliado pelos seus compatriotas Roman Slysko e Martin Balko. 


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo