iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/06 - 21:26

Espanha e Itália fazem duelo tenso pela quartas
Espanha e Itália fazem um duelo cercado de muita rivalidade pelas quartas-de-final da Eurocopa neste domingo, às 15h45 (de Brasília), no Estádio Ernst Happel, em Viena, na Áustria

Gazeta Esportiva

Os espanhós defendem o 100% de aproveitamento que trazem da primeira fase, onde ocuparam a liderança do Grupo D.

Já os italianos não fugiram a regra de passar das etapas iniciais dos torneios de forma dramática, garantindo a vaga com um triunfo por 2 a 0 sobre a França, que lhe deram o segundo lugar no Grupo C, atrás da Holanda.

O confronto é cercado de um histórico de muita rivalidade e equilíbrio. No total, nos 29 jogos entre elas disputados, a Espanha soma nove vitórias, a Itália dez e registaram-se outros dez empates. Pela fase de grupos na Eurocopa aconteceram dois confrontos, ambos por fases iniciais. Em 1980 empate sem gols e oito anos depois triunfo italiano por 1 a 0. A Azzurra também levou a melhor no último grande duelo entre as duas, nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 1994, quando a Fúria caiu por 2 a 1. Neste duelo um dos destaques da equipe italiana foi Roberto Donadoni, atual técnico da Itália.

Donadoni, por sinal, acredita que enfrentar a Espanha é a pior coisa que poderia acontecer com a sua equipe nas quartas-de-final. Apesar disso está confiante na classificação.

'Enfrentar a Espanha neste momento é o pior que poderia acontecer para a nossa equipe, pois eles estão embalados e com 100% de aproveitamento. Mas a Itália tem condições de ganhar este jogo e mostrou isso no duelo contra a França, quando conseguimos nos impor sem medo', analisou Donadoni.

Para este jogo a Itália não terá o volante Gennaro Gattuso e nem o meia Andrea Pirlo, suspensos por terem recebido o segundo cartão amarelo na vitória sobre a França. Com isso eles serão substituídos por Massimo Ambrosini e Alberto Aquilani, respectivamente.

Aliás, foi por um comentário do técnico espanhol Luis Aragonés sobre as ausências italianas que a partida ganhou um clima tenso. O treinador afirmou que Gattuso não faria tanta falta ao time italiano, ao que foi ironizado pelo volante italiano. Além disto, Aragonés teve uma discussão com seu zagueiro, Sérgio Ramos, durante os treinamentos.

Apesar das polêmicas, o técnico Luis Aragonés conseguiu poupar os titulares na última rodada, no triunfo por 2 a 1 contra a Grécia. Com isso não sofre com problemas de lesões e suspensões e vai com a força máxima. Porém, mantém cautela ao analisar as chances de classificação de sua equipe.

'Todos conhecemos a Itália. Passa raspando na primeira fase, cresce e engrena nas etapas seguintes. Foi assim na maioria de seus títulos. Por isso temos que respeitar muito nosso adversário. Mas não temer, já que somos um grupo muito forte', afirmou Luis Aragonés.

FICHA TÉCNICA

ESPANHA X ITÁLIA

Local: Estádio Ernst Happel, em Viena (Áustria)

Data: 22 de junho de 2008, domingo

Horário: 15h45 (de Brasília)

Árbitro: Herbert Fandel (Alemanha)

ESPANHA: Iker Casillas, Sergio Ramos, Carlos Marchena, Carles Puyol e Joan Capdevila; Xavi Hernández, Marcos Senna e Andrés Iniesta; David Silva, David Villa e Fernando Torres

Técnico: Luis Aragonés

ITÁLIA: Gianluigi Buffon, Gianluca Zambrotta, Christian Panucci, Giorgio Chiellini e Fábio Grosso; Massimo Ambrosini, Daniele De Rossi, Simone Perrotta e Alberto Aquilani; Antonio Cassano e Luca Toni

Técnico: Roberto Donadoni


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo