iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/06 - 20:20

Cruzeiro passa fácil pelo Figueirense e dorme líder
Jogando diante de sua torcida no Estádio do Mineirão, o Cruzeiro venceu o Figueirense por 3 a 0 neste sábado e assumiu a liderança momentânea do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos

Gazeta Esportiva

No domingo, torce contra Grêmio e Flamengo para terminar a rodada isolado na primeira posição.

Já o time catarinense estaciona em oito pontos e deve cair para perto da zona do rebaixamento.

O jogo marcou a estréia do meia Camilo com a camisa do Cruzeiro. O jogador veio do Marília após o fim do Campeonato Paulista, mas só agora entrou num jogo oficial com a camisa estrelada. Já o atacante Weldon entrou pela primeira vez como titular desde que voltou do empréstimo ao Belenenses.

Do lado do Figueirense, a equipe era praticamente a mesma que venceu o Sport na última rodada. A única alteração foi na zaga, com Bruno Aguiar no lugar de Vinícius. O time catarinense repetiu inclusive a camisa número três, verde, preta e branca.

Com uma proposta defensiva, o time visitante começou melhor na partida. A boa marcação fazia com que o Cruzeiro não criasse chances de finalizar. Quando saía ao ataque, o Figueira encontrava uma defesa aberta e desorganizada. Aos 19 minutos, Tadeu entrou livre na área celeste, mas chutou torto.

Com mais presença ofensiva, o Cruzeiro criou sua primeira chance no jogo aéreo. Aos 28, Camilo ajeitou de cabeça e Weldon, livre no meio da área, testou à esquerda do gol. O lance animou os donos da casa, que partiram para a pressão. Aos 33, Anderson Luis calçou Guilherme dentro da área. O próprio Guilherme cobrou e fez seu quinto gol no Brasileirão, terceiro de pênalti, igualando-se a Marcinho, do Flamengo, na artilharia.

O gol desestruturou o Figueirense, que passou a dar boas chances de gol. Após erro na saída de bola, Wagner surpreendeu Wilson, adiantado, e a bola passou raspando a trave. Em seguida, Guilherme fez boa jogada e chutou para a defesa de Wilson; no rebote, Camilo tocou para o gol e um zagueiro salvou na linha. Jonathan ainda teve boa chence em chute forte da entrada da área, por cima do gol.

O Figueirense voltou ao segundo tempo com uma postura mais ofensiva. Foi então a vez de o Cruzeiro apostar nos contra-ataques. Aos oito minutos, Weldon recebeu lançamento longo e ganhou na velocidade. Entrou sozinho na área, mas Wilson conseguiu pôr a bola para escanteio.

Após este lance, o time mineiro voltou a ter o domínio do jogo, com maior presença ofensiva, e chegou ao segundo gol. Aos 11, Wagner levantou bola na área e Weldon cabeceou para o chão, sem chances para o goleiro. Aos 22, Jadílson passou a bola entre as pernas de Anderson Luis e rolou para a área. A zaga cortou mal e Weldon encheu o pé esquerdo para fazer 3 a 0.

Com o terceiro gol, as duas equipes deram o jogo por definido e houve poucas emoções a partir daí. O único lance de destaque foi já nos acréscimos, quando Edu Sales tentou cortar Fábio, mas não conseguiu finalizar graças a uma boa recuperação do goleiro cruzeirense.

Na próxima rodada, as duas equipes jogam dentro de casa. Para o Figueirense, o adversário será um outro mineiro, o Atlético-MG. Já o Cruzeiro precisará mais que nunca do apoio de sua torcida, pois enfrenta o poderoso São Paulo.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo