iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/06 - 12:34

Empate com Colômbia foi "amargo", diz imprensa equatoriana
A imprensa equatoriana chamou hoje de "amargo" o empate da seleção do país em 0 a 0 com a Colômbia quarta-feira em Quito, pela sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2010

EFE

O jornal "El Universo" classificou o resultado de "amargo", pois nenhuma das muitas chances criadas pelos atacantes equatorianos foi convertida. "Uma seleção desesperada, às vezes sem idéias nem precisão para definir, voltou a perder pontos em casa", disse.

Já o "Expreso" afirma que os 40 mil torcedores que suportaram heroicamente a chuva deixaram o estádio decepcionados, já que o Equador "complicou seu futuro" nas Eliminatórias por ter acumulado apenas cinco pontos em seis rodadas.

O "El Comercio" diz que "as mudanças chegaram tarde" e que as falhas de conclusão "condenaram" o Equador.

"Faltou à seleção a audácia para furar a retranca dos colombianos, que se defenderam em 70 dos 90 minutos na própria área e só jogavam no contra-ataque", afirma.

Enquanto isso, o jornal "Hoy" afirmou que o empate "afasta a equipe do caminho do Mundial", já que não conseguiu converter em vantagem seu domínio em campo e deixou escapar dois pontos - agora, é o oitavo entre os dez participantes da disputa.

"Voltamos à realidade" foi a manchete do "La Hora", que afirma que os equatorianos foram anulados em todos os setores do campo.

Já a imprensa esportiva colombiana preferiu destacar o fato de que a equipe é a única invicta nas Eliminatórias por conta da derrota do líder Paraguai para a Bolívia por 4 a 2, em La Paz.

O jornal "El Espectador" afirmou que "a Colômbia arrancou um empate valioso como visitante contra o Equador e é a única equipe invicta nas eliminatórias".

Nas páginas internas, o mesmo jornal lembra que "a Colômbia se mantém no grupo de classificados graças ao ponto somado em Quito".

O "El Tiempo", de Bogotá, destaca que "a equipe comandada por Jorge Luis Pinto voltou a passar sufoco e conseguiu outro ponto de ouro nas Eliminatórias da Copa de 2010", antes de afirmar que o técnico fez o sinal da vitória após o apito final.

O "El Colombiano", de Medellín, disse que o técnico "reconhece que deve melhorar a eficiência do ataque para receber o Uruguai em setembro, mas a invencibilidade o deixa orgulhoso".

Já o "El País", jornal de Cali, diz que o ponto conquistado em Quito "serve para somar na tabela, seguir invicta nas Eliminatórias e manter distante um rival direto como o Equador".

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo