iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/06 - 21:21

Vice-presidente quer abertura e final da Copa de 2014 em BH
Restando pouco mais de duas horas para o início do clássico entre Brasil e Argentina, os mais influentes políticos do Estado de Minas Gerais já estavam no Estádio do Mineirão. José Alencar, vice-presidente da República, e Aécio Neves, governador do Estado, chegaram com vários seguranças, e logo foram cercados também pela imprensa, logo anunciando que o presidente Lula não comparecerá à festa.

Gazeta Esportiva

Os dois políticos estavam bastante empolgados com o espetáculo e se mostraram confiantes de que tudo correrá bem no Mineirão. “Todos os mineiros estão solidários com a seleção. Vamos torcer”, garantiu o vice-presidente.

José Alencar estava tão satisfeito com a organização da partida que defendeu que Belo Horizonte seja a sede mais importante da Copa de 2014. Para ele, o Mineirão deve hospedar “abertura e encerramento. Abertura com uma grande festa e encerramento com o Brasil na final”.

Aécio Neves também se entusiasmou ao elogiar o potencial da capital mineira para fazer boa figura em 2014. “Minas Gerais, com os investimentos que nós vamos fazer no Mineirão em parceria com o setor privado, está em condições de pleitear um grande espaço na Copa do Mundo. A sede de um grande grupo, por exemplo, o do Brasil. Temos instalações muito adequadas para isto. Ou ainda a abertura da Copa do Mundo, por que não?”, propôs o governador.

No entanto, Aécio não foi tão ousado quanto Alencar ao defender grandes jogos em BH. “Há um consenso entre nós de que o Maracanã, maior templo do futebol brasileiro faça, obviamente se cumprir as exigências da Fifa, a final da Copa do Mundo, não vamos brigar por isso”, admitiu.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo