iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/06 - 17:03

Venezuela recebe Chile em busca de outro bom resultado nas Eliminatórias
A Venezuela recebe amanhã o Chile na cidade de Puerto La Cruz, às 21h30 de Brasília, querendo manter a boa campanha até aqui nas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2010.

EFE

PUERTO LA CRUZ (Venezuela) - Com cinco jogos disputados, a Venezuela está com sete pontos e aparece na sexta colocação, à frente de tradicionais rivais como o próprio Chile, que tem a mesma pontuação e perde nos critérios de desempate.

Os venezuelanos também chegam animados pela boa atuação no empate em 1 a 1 com o Uruguai em Montevidéu, além da vitória por 2 a 0 sobre o Brasil em amistoso nos Estados Unidos.

O técnico da Venezuela, César Farías, confia plenamente em seus jogadores e na força do calor que assola Puerto La Cruz nos últimos dias.

"Jogaremos com a mesma disposição das últimas partidas. Contra o Chile, esperamos conseguir um resultado importante para continuar nosso sonho de chegar ao Mundial", disse o treinador à imprensa local.

Para o meio-campo Juan Arango, maior estrela da seleção, os chilenos serão complicados de superar. "Eles vêm de uma boa partida diante da Bolívia, mas acho que tudo dependerá de nós mesmos para continuarmos bem", comentou o atacante.

A única dúvida de Farías para a partida é a escalação do setor ofensivo com um ou dois homens. Se optar pela primeira opção, Giancarlo Maldonado ficará isolado na frente e terá a companhia de Ronald Vargas e Arango.

Por sua vez, o Chile do técnico argentino Marcelo Bielsa chega de um jogo desgastante com a Bolívia, na altitude de La Paz, e já sente os efeitos do calor.

O goleiro chileno Claudio Bravo, que deve ser o titular, foi um dos que reclamou da mudança brusca de temperatura: "Não é fácil passar do frio do Chile e da Bolívia para chegar a estas altas temperaturas. Temos de nos adaptar rápido, porque os pontos contra a Venezuela são decisivos", disse.

Segundo os últimos treinamentos da equipe, Bielsa deve começar jogando com Marco Estrada na lateral direita, dando lugar a José Pedro Fuenzalida.

Quem está quase fora é Mark González, com uma pubalgia. Se jogar, ele vai para o meio-campo, no lugar de Carmona ou Morales.

Prováveis escalações: Venezuela: Vega; Chacón, Vielma, Rey e Hernández; Rincón, Mea Vitali, Rojas, Vargas e Arango; Maldonado. Técnico: César Farías.

Chile: Bravo; Medel, Fuentes, Jara e Estrada (Fuenzalida); Cereceda, Sánchez, Carmona (Mark González) e Morales; Suazo e Beausejour. Técnico: Marcelo Bielsa.

Árbitros: Roberto Silvera (URU), auxiliado por seus compatriotas Miguel Ángel Nievas e Robert Muñiz.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo